Lenny Kravitz não viverá Marvin Gaye nos cinemas

Estadão

07 de março de 2013 | 21h57

LUCIANO BORBOREMA – Território Eldorado

Lenny Kravitz não vai mais interpretar o cantor Marvin Gaye no filme Sexual Healing. O roqueiro que pela primeira vez teria a oportunidade de ser protagonista de um longa metragem será substituído por Jesse L. Martin. Há cinco anos, Martin já havia sido convidado para o projeto quando começaram os primeiros planos.

 Não foi confirmado se esse é o motivo, mas a troca veio após uma reclamação de Marvin Jr., filho de Marvin Gaye. Em dezembro do ano passado, ele tentou impedir as gravações do filme sobre a vida do seu pai e questionou a presença de Lenny no papel de Gaye, segundo notícia publicada no site TMZ.
Na época, a obra que teria Lenny Kravitz no papel da lenda da gravadora Motown, foi classificada por Marvin como “vergonhosa”. Segundo ele, “os produtores e diretores do filme estão errados na construção da obra”.

“Eles estão tentando contar a história de apenas um período da vida do meu pai. Eles sequer conhecem a história inteira”, declarou. O documentário ainda não tem data definida para começar a ser rodado. Os dados são do site Deadline.


Marvin Gaye. (Divulgação)

Lenny nos cinemas

Seria o primeiro grande papel de Lenny Kravitz nas telonas, que já se aventurou em algumas pontas em Hollywood. A última foi no papel do stylist Cinna, no sucesso de bilheteria Jogos Vorazes.

A direção de Sexual Healing será de Julien Temple, cineasta responsável por Sex Pistols: The Great Rock ‘n’ Roll Swindle, lançado em 2006.

Tudo o que sabemos sobre:

Lenny KravitzMarvin Gaye

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: