Joe Bonamassa resolve cair no funk

Estadão

07 Fevereiro 2013 | 06h52

Marcelo Moreira

A carreira do Black Country Communion está parada, enquanto o guitarrista Joe Bonamassa resolve a sua vida, tão ocupada como sempre esteve. Com quase 20 álbuns lançados desde 2000, entre solos, colaborações com amigos e do próprio Black Country, o nerd workaholic inventou outra coisa: uma banda de funk.

Rock Candy Funky Party é o seu novo projeto, tocado quase em segredo, mas revelado no final de 2012. “We Want Groove” traz a guitarra pesada e cristalina de Bonamassa interpretando alguns clássicos do gênero, mas trazendo-os mais para o século XXI.

O álbum será lançado em fevereiro e já está sendo aclamado como um dos grandes trabalhos de 2013 nos Estados Unidos. Apesar da reverência ao passado, a banda conseguiu resgatar grandes momentos da história da música norte-americana.

“Root Down (and Get It)”recebeu um tratamento diferenciado, mas os arranjos das demais músicas obedeceram os critérios originais, com destaque para a maravilhosa “We Want Groove”, a frenética “The Best Ten Minutes Of Your Life” e a delicada mas vibrante “New York Song”.

Enquanto isso, seu companheiro de Black Country Communion, o baixista e vocalista Glenn Hughes, tenta se ocupar com seus lançamentos próprios. Chega ao mercado em fevereiro “Live in Wolverhampton”, CD duplo ao vivo gravado em sua cidade natal, na Inglaterra, em 2009.

O DVD já havia sido lançado em 2011 e uma tiragem limitada de um CD circulou pelas lojas da Grã-Bretanha como um “official bootleg”, só que em tiragem limitada.

Hughes e Bonamassa brigaram em setembro passado devido à agenda lotada do guitarrista, que não tinha brechas para gravações e turnês do Black Country Communion. Tanto que “Afterglow”, o novo álbum da banda, foi lançado no final de 2012, mas não teve turnê de divulgação, para desgosto de Hughes.

Os dois voltaram se falar e fizeram as pazes em dezembro, mas não definiram o futuro da banda, que conta ainda com Derek Sherinian (teclados) e jason Bonham (bateria).

Mais conteúdo sobre:

Joe Bonamassa