Jani Lane, ex-Warrant, é encontrado morto na Califórnia

Estadão

12 de agosto de 2011 | 19h06

Marcelo Moreira

O boom do hard rock americano dos anos 80 produziu coisas boas além do chamado “hair metal”, das maquiagens horríveis e do excesso de laquê. Bon Jovi e Motley Crue lideraram o movimento, que trouxe na causa bandas que de relativo sucesso, como Great White (que é do comecinho de 1980, mas pegou carona na onda), Poison, Ratt, Cinderella, Warrant, Hanoi Rocks (que era finlandesa de origem) e muitas outras.

Um dos mais espalhafatosos integrantes da onda era Jani Lane, vocalista do Warrant. Tecnicamente limitado, mas com uma presença de palco boa e jeito alternativo de cantar o fizeram ter grande destaque, apesar dos frequentes barracos que armava. Lane foi encontrado morto ontem em um quarto de hotel na Califórnia. Ele tinha 47 anos. Nem a polícia da Califórnia nem os médicos que realizaram a constatação da morte souberam informar a causa da morte.

Há anos o vocalista lutava o contra o alcoolismo, sendo que desde 2004  ele foi preso duas vezes acusado de dirigir sob influência de álcool  – foi condenado a cumprir pena de 120 dias na prisão.

Seu verdadeiro nome é John Kennedy Oswald, e liderou oo Warrant de 1986 até 2004, voltando ao grupo por alguns meses em 2008 para uma série de shows. Ele lançou seu único álbum solo, “Back Down to One”, em 2003 e em 2008 fez parte do projeto With Saints of the Underground.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Jani LaneWarrant

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: