Garotos Podres de volta à cena

Estadão

13 de outubro de 2013 | 08h00

Dum de Lucca – blog Jukebox, do site Dynamite Online

O Garotos Podres, banda de punk rock oriunda de Mauá, SP, que surgiu na cena nos anos 1980, está de volta. Aproveitando o bom clima de retornos do gênero, como o 365, o Lixomania, o Olho Seco, entre outros, o grupo que produziu algumas das canções mais ácidas e sujas do estilo, e que tem como marca registrada uma performance de palco poderosa, concedeu uma entrevista exclusiva ao Jukebox, onde fala sobre o retorno, um álbum novo e outras paradas. Com cinco discos na bagagem e participações em muitas coletâneas gringas, prometem ser mais podres do que nunca. A qualidade e relevância do Garotos Podres no punk nacional é inegável, e seu retorno faz bem a música real.

O que causou estranheza, ou não, foi o fato de a banda se esquivar, com todo direito que tem, de uma pergunta que o blog faz para todos os grupos nacionais e tornou-se essencial hoje: a pauta Fora do Eixo, que como todo o país (foi até capa de Veja) está cansado de saber, é uma “entidade, coletivo,” das mais picaretas do planeta, tendo causado um enorme prejuízo para bandas, produtores, e lesado de forma descarada os atores reais da cena. Jukebox já abordou o tema em 4 postagens, sendo a primeira em 2011.

Mesmo, repito, respeitando muito a negativa da banda em responder a questão, o blog acha, de certa forma, que ela negativa sua própria essência punk transgressora. No íntimo soou como: “Ah…não quero me comprometer porque posso precisar”. Na real, para um grupo punk, a banda se mostrou bem tímida nas respostas. De qualquer forma, é muito bom que o Garotos Podres volte ao mercado alternativo em um momento em que o rock nacional, com algumas exceções, passe por uma fase capenga com uma péssima geração de grupos indies se proliferando.

Fale sobre a nova fase do Garotos Podres. Qual foi a motivação para a volta, como rolou? Ou a banda só estava dando um tempo, como todas dizem?

O que ocorreu é que o nosso ex-vocalista teve um problema de saúde e não conseguia mais desempenhar sua função com qualidade e abandonou a banda. O que não contávamos é que ele registrasse o nome Garotos Podres depois de 30 anos tentando impedir a continuidade da banda. Hoje o nome está sob judicie. No seu lugar entrou um novo vocalista (Gildo, ex-Pátria Armada) e na guitarra Piuí (ex-roadie da banda).

A nova faixa, “Desaparecidos”, mostra um grupo que mantém a mesma pegada forte. Ela faz parte de um novo CD. Se sim, comente sobre ele.

É a nossa primeira de muitas músicas com a nova formação. Ficou um som bem pesado que fala sobre os desaparecidos na época da ditadura militar e também sobre todos os desaparecidos até hoje. Esta música estará no nosso novo CD, em breve.

Nesse caso, como atualmente no Brasil a venda de CDs praticamente despencou e as bandas o usam como material de divulgação, e para impulsionar shows (onde se ganha $$). O GP disponibilizaria ou venderia CD e faixas pela internet?

Os dois. Vamos vender CD e disponibilizar downloads de nossas músicas no nosso novo site.

Uma análise do punk rock e hoje no Brasil. O que se vê são bandas veteranas como o 365 e Lixomania, por exemplo, voltando com muito público e shows.  Hoje existe um clima mais propício para o punk (gravar e tocar ao vivo), ou os anos 1980 foram imbatíveis?

Na minha opinião os anos 1980 foram imbatíveis para todos nós. Mas, com escassez de bandas novas com qualidade, grupos dos anos 1980 têm um grande espaço para tocar.

Como a banda analisa essa padronização do rock mundial com o indie, que parece um pós punk engessado e sem alma?

Sem resposta.

Hoje é mais fácil, por conta da tecnologia e internet, gravar e divulgar. Como o GP lida com isso?  A qualidade da música, em geral, piorou com essa facilidade? Hoje todo mundo pode gravar e lançar um CD.

Acreditamos que com a velocidade que a internet proporciona para a divulgação e gravação de material nós também não iríamos abrir mão disso. Estamos gravando o CD em nosso próprio estúdio de ensaio, a qualidade está muito boa e vamos divulgá-lo na internet.

Nessa fiquem a vontade para meter a boca como quiserem

Os garotos continuam e estão mais podres do que nunca!!

Tudo o que sabemos sobre:

Garotos Podres

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: