Filho de Paul McCartney lança CD

Estadão

25 de setembro de 2010 | 16h56

Marcelo Moreira

Nada como ter uma bela força do paizão famoso. Ou melhor, muito famoso. Ou melhor ainda, uma lenda. James McCartney tem 33 anos, é escultor e músico nas horas vagas. Também canta, mas nunca teve muito empenho para entrar em uma “carreira musical”.

Mas parece que mudou de ideia. Ele lança em outubro um EP chamado “Available Light”, produzido pelo paizão famoso, o ex-beatle Paul McCartney, com a ajuda de David Kahn. Todas as composições são originais, exceto a faixa “Old Man”, uma versão de uma composição do canadense Neil Young. 

jamesmccartney

Paul McCartney é gênio, mas não faz milagre. E também não é um fabuloso produtor musical. As cinco músicas não passam de um pop-rock insosso e anódino.

O trabalho talvez valha uma audição por mera curiosidade, mas não espere muita coisa (na verdade, quase nada) em termos artísticos. O filho de Paul não tem o talento de Chris Jagger, irmão mais novode Mick, dos Rolling Stones, que nunca teve a pretensão de ser estrela de rock, mas tem uma carreira regular no blues.

Também está longe de ter o talento de Simon Townshend, irmão amsi novo de Pete, do Who, que é guitarrista e canta desde os 18 anos em várias bandas e que atualmente é músico de apoio da banda do irmão e toca ainda na banda Casbah Club.

O ponto positivo é que, assim como Chris Jagger, James McCartney não alimenta grandes ilusões a respeito do trabalho. Pelo menos isso, mantém certa humildade e falta de pretensão. Afinal, não havia como esperar muito mais do que isso.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.