Estátua de Ringo é decapitada após ex-beatle criticar Liverpool

Estadão

28 de maio de 2011 | 16h53

Luciano Borborema – Território Eldorado 

Essa semana não está sendo muito boa para Ringo Starr. Após dizer que Paul McCartney pensa que é o único beatle vivo e gerar certa revolta nos fãs da banda, o ex-baterista dos Beatles também criticou a terra natal da grupo, Liverpool. Em entrevista à rádio BBC, falou que não sente saudade alguma de Liverpool. 

O resultado veio na manhã desta quarta-feira (25). A cidade inglesa que conta com um jardim com os integrantes da banda teve a cabeça de Ringo cortada. A estátua de árvore fica em frente a uma estação de trem local. De acordo matéria publicada no jornal Daily Mail , a polícia procura o responsável pelo vandalismo.


Antes: jardim com os Beatles e Ringo ainda com cabeça. (Divulgação/Daily Mail)


Depois: estátua de Ringo sem a cabeça. (Divulgação/Daily Mail)Veja também:
GALERIA: Veja fotos de Paul no Rio
Ouça PLAYLIST com clássicos do Beatles
PLAYLIST com canções de Paul McCartney
MAIS PLAYLIST: confira os sucessos de John Lennon

RINGO X PAUL 

Na última terça-feira (24), em entrevista ao Daily Mail.Ringo falou da sua relação com McCartney e o criticou. “Estamos tão perto como nós gostaríamos de estar ser. Nós somos os únicos dois Beatles vivos, embora ele goste de pensar que ele é o único”. 

“Somos bons amigos. Se nós estamos no mesmo país, ficamos juntos. Ele canta e toca no meu último álbum e eu toquei em vários dos discos dele. Nós somos apenas amigos. Nós somos os dois únicos que já experimentaram tudo aquilo e ainda estão por aqui.”

Ringo também falou das músicas dos Beatles que ainda toca nos seus shows. “Eu tenho que tocar With a little help grom my friends, Yellow submarine. As pessoas gostam de me ver tocando e cantando enquanto toco bateria. Tenho uma responsabilidade de tocar coisas que o público quer ouvir”.

Tudo o que sabemos sobre:

BeatlesPaul McCartneyRingo Starr

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.