Emerson, Lake and Palmer comemoram 40 anos em show de gala

Estadão

16 de agosto de 2011 | 06h47

Marcelo Moreira

O baixista inglês Greg Lake é um dos músicos mais queridos e respeitados do classic rock e nunca deu muita bola para a crítica que desprezava os excessos de seu trio, o Emerson, Lake and Palmer, no auge do rock progressivo, nos anos 70. Ele cansou de contar a história que hoje todo mundo conhece: que Jimi Hendrix estava prestes a entrar no que então se tornaria um quarteto, o Help. “Ele só não entrou na banda porque morreu dias antes de fazer o seu primeiro ensaio conosco e ver se daria certo.”

Isso foi o que Lake controu em 1992, em um hotel de São Paulo, durante a primeira turnê do trio pelo Brasil. O engraçado é que pouca gente por aqui sabia da história, que ganhou destaque em alguns jornais paulistanos. E não é que que muita gente no exterior gostou da história que o baixista contou no Brasil e que contava por pelo menos 20 anos antes de aprotar no Brasil?

Pois Lake conta a mesma história, em tom jocoso, em uma das muitas entrevistas que anda concedendo por conta de um lançamento fantástico que deve chegar em breve às lojas. “40th Anniversary Reunion Concert” é o DVD e blu-ray que mostra a perfomance de Emerson, Lake and Palmer no ano passado, durante o Rock High Voltage, um dos novos e mais prestigiosos festivais de verão da Inglaterra.

Reunidos após 13 anos de separação, os músicos fizeram uma apresentação descontraída e perfeita tecnicamentge para marcar os 40 anos de criação do grupo – e também da antológica apresentação deles no Isloe of Wight Festival de 1970, o grande cartão de visitas que mostraram ao cenário roqueiro.

Pego emprestado a citação mais do que feliz do blogueiro Luiz Woodstock para falar da alta qualidade do lançamento. “Este é um show que traz de volta o teatro mesmo que a combinação altamente criativo e insuperável de teclados lendário Keith Emerson, a voz extraordinária Greg Lake, ea dramática bateria de Carl Palmer à sua base de fãs do núcleo e para a nova geração que elogia o musical e virtuosismo técnico que ELP entregues em cada performance, e gravada em cada álbum.”

Nos extras, várias entrevistas com os integrantes da banda e com a equipe de produção do show, além de depoimentos de jornalistas e pesquisadores do rock. Por ser um show comemorativo e dentro de um festival, a lista de músicas é um grande “greatest hits”: “Karn Evil 9: 1st Impression – Part 2”, “Take A Pebble/Tarkus”, “Knife Edge”, “The Barbarian”, “Lucky Man”, “From the Beginning”, a maravilhosa peça erudita “Pictures at an Exhibition”, de do compsitor russo Modest Mussorgsky, e a surpresa, “Touch and Go”, mpusica lançada em 1986 pelo Emerson, Lake and Powell – em razão de compromissos com o Asia, o baterista Carl Palmer foi substituído por outro monstro, Cozy Powell (ex-Jeff Beck, Rainbow e Black Sabbath, entre outros).

O novo trabalho deve ser lançado no dia 23 de agosto na Europa e uma semana depois nos Estados Unidos. Por enquanto, nada ainda sobre eventual lançamento no Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:

EmersonLake and Palmer

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: