Ed Kowalczyk compartilha no Brasil o som de sua busca

Estadão

29 Junho 2011 | 20h36

Roger Marzochi – Agência Estado

Revigorado e vivendo um dos mais importantes momentos da sua vida. É como se sente Ed Kowalczyk, ex-vocalista da banda Live, que lança no Brasil nesta semana “Alive”, o seu primeiro disco solo, com shows em São Paulo amanhã (30), Rio de Janeiro, na sexta-feira (01/07) e em Porto Alegre, no domingo (03/07).

Ex-integrante de uma banda que cravou sucessos estrondosos na década de 90, como “Pain Lies On The Riverside”, “Selling the Drama” e “The Dolphin”s Cry”, Ed deixou o grupo em 2009, numa separação complicada, cujo resultado corre ainda na Justiça. 

Em entrevista à Agência Estado na semana passada, ele explicou que a sua separação do grupo ocorreu pelo desgaste natural na estrada do rock.

“Após quase 20 anos juntos, eu pensei que, como artista, era o momento de mudar e fazer alguma coisa nova e instigante. Os problemas que tem sido divulgados sobre a nossa separação não foram apresentados por mim. Eu sou um artista e esse é o melhor momento da minha vida. É sempre desafiador tocar com outros músicos, que te levam para outras direções, com outra energia”, disse, em entrevista por telefone. Os outros três integrantes da banda Live abriram um processo contra Ed e o ex-empresário. 

A questão é que, segundo ele, a química não era mais a mesma. “Eu acho que, musicalmente, a grande diferença da energia de agora vem do processo do meu som. Não é igual como era. E as pessoas com que você toca no palco, você desenvolve aquela química. E tem momentos que funciona e outros, não. E agora, com essa banda, funciona muito, mas muito bem.” Ed se apresentará no Brasil com Chris Heerlein (baixo), James Gabbie (guitarra) e Ramy Antoun (bateria).

Ed Kowalczyk (FOTO DIVULGAÇÃO)

 Ed já é pai de três filhas e completará 40 anos no dia 16 de julho. E promete ao público brasileiro uma forte viagem emocional e uma surpresa. Segundo ele, um dos maiores fãs da música “Pain Lies On The Riverside” é um músico brasileiro, que subirá ao palco para cantar com ele. “Para saber, terá que ir ao show”, afirmou.

O cantor Nasi, também ex-vocalista de uma das mais importantes bandas de rock nacional, o Ira!, abriria o show de Ed na quinta-feira em São Paulo, mas sua participação foi cancelada. Segundo a assessoria de imprensa de Ed, Nasi teria tido problemas em sua agenda. 

Seria uma ocasião feliz, pois independentemente dos motivos que levaram ambos a se separarem de seus companheiros de palco, participaram de bandas com letras marcantes e atitude. Ed, assim como antigamente, continua buscando inspiração nos limites para se chegar ao “desconhecido”, às barreiras da busca da sua verdade pessoal.

Do novo disco, a música “Drive” revela as barreiras de se permitir que alguém o leve ao amor e, em “The Great Beyond”, ele volta a reforçar o tema, mas desta vez, querendo quebrar a gravidade que o prende ao chão, afirmando que “sem se entregar, nós nunca encontraremos o caminho”. 

Católico, ele nega que busca inspiração apenas religiosa. Mas ao cantar sobre o tema, em sua opinião, como quebrar a barreira para se amar?

“A música nos dá essa oportunidade única”, afirma. “E também a oportunidade de sondar o desconhecido, porque vem direto do coração, da alma. Tem gente que escuta ”The Great Beyond” e está prestes a encontrar um novo emprego, ou tomar uma importante decisão, a fazer algo especial e novo, e de certa forma essa música pode ajudar nisso. Pelo menos comigo, a música tem uma grande influência nesse sentido”, explica.

 “Se você pegar as minhas músicas, desde ”Pain Lies On The Riverside” até as do meu novo álbum, você vai perceber que há alguém que está buscando a verdade, sempre buscando responder às grandes questões que fazemos a nós mesmos. Essa busca vai para a letra das minhas músicas. Eu sempre estou olhando para isso. É algo que, na minha vida privada, me interessa muito. E quando você leva isso para outras pessoas, você pode permitir que outros participem desse processo com você. Viaje com você. E isso é realmente muito emocionante.” 

Ed Kowalczyk

São Paulo

Dia 30 de junho – HSBC Brasil

Horário: 21h30

Ingressos: www.hsbcbrasil.com.br

Rio de Janeiro

DIA 1 de julho – Vivo Rio

Horário: 23h00

Ingressos: http://www.vivorio.com.br

Porto Alegre

Dia 3 de julho – Opinião

Horário: 23h00

Ingressos: www.opiniaoingressos.com.br

Mais conteúdo sobre:

Ed KowalczykLive