Dr. Sin: ecletismo e defesa dos amigos

Estadão

25 de junho de 2013 | 17h00

Alexandre Gaioto – Diário de Maringá

Kurt Cobain estava com o braço meio engessado, de tanto que ele se picava nos bastidores da sua temporada no Brasil, e sua imagem era decadente e melancólica. Dave Grohl, por sua vez, estava com os demônios internos aquietados. E, com uma filmadora nas mãos, registrava a passagem de som do Dr. Sin, no antológico festival Hollywood Rock de 1993, em São Paulo.

“Aquilo foi todo muito triste. Todos sabiam que o Kurt Cobain estava morrendo ali na nossa frente”, lembra o vocalista do Dr. Sin, Andria Busic, em entrevista por telefone ao Diário.

Só de participar do festival ao lado do Nirvana, que fez a pior apresentação de toda a história da banda, já garantiria aos paulistanos do Dr. Sin bons casos para relatar, futuramente, aos netos.

Colecionando proezas como quem acumula na estante uma sequência de troféus, os músicos hoje têm uma invejável lista de ícones do rock com quem dividiram festivais e shows: Slayer, Black Sabbath, Kiss, Pantera, entre outros.

Mas o Dr. Sin não tocou apenas com os gigantes. Polêmicos, os músicos toparam gravar até com o Hudson Cadorini, da dupla Edson & Hudson. Coube ao sertanejo mandar um solo a roqueiro na faixa “Amor e Intrigas”. Em defesa do amigão sertanejo, Andria Busic não admite que falem mal nem sacaneiem seu chapa.

“Não pegou mal, não, a gente tocar junto. Pegaria mal se nós tocássemos sertanejo universitário. O Hudson, na verdade, é um roqueiro dos nossos”, defende.

Esfomeado por estúdio, o Dr. Sin lançou praticamente um ábum de inéditas a cada dois anos – considerando a versão dos álbuns para outros países -, desde que a banda começou em 1991.

O maior hit dos paulistanos apareceu no terceiro álbum Insinity (1997), lançado um ano antes da Copa do Mundo na França. Aproveitando o gancho esportivo, o trio emplacou a música “Futebol, Mulher e Rock N’ Roll” na programação da MTV e nas rádios de todo o País.

Com um refrão radiofônico e letra de duplo sentido, a canção anda trazia trechos de jogos narrados pelo apresentador Silvio Luiz , que topou participar do vídeo clipe da banda.

Novidades

O novo CD, ainda sem título provisório, está em processo de composição, e será gravado, no máximo, até agosto deste ano. Inicialmente, a proposta é compilar dez músicas inéditas.

“Mas a gente nunca sabe o que vai dar. Nunca sabemos o que mudará no nosso som, só descobrimos mesmo no estúdio. Mas acho que o novo CD será bem progressivo, porque estamos envolvidos, agora, com esse som”, adianta.

Enquanto as inéditas não ganham forma, o trio segue com a turnê do CD “Animal” (2011) e desembarca nesta quinta-feira (20), por aqui, no MPB Bar.

Na manga, canções que marcaram a banda e algumas músicas inéditas. Tudo executado com rapidez, precisão, distorção e técnicas cultivadas em 21 anos de rock, estrada e diversão.

Tudo o que sabemos sobre:

Andria BusicDr. Sin

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.