Dr. Sin celebra o rock nacional em evento beneficente

Estadão

04 de agosto de 2012 | 06h54

Marcelo Moreira

Um estúdio simples, mas bem equipado e muito bem decorado em uma área nas beiradas da Cracolândia, no centro de São Paulo. Com muita Coca-Cola e extremo bom humor para quem enfrentou um dos maiores congestionamentos do ano em São Paulo, um time de músicos de nível se internacional se reúne para ensaiar. Mais parece um encontro de velhos amigos do que um ensaio de um dos eventos mais importantes do rock pesado nacional.

O trio paulistano Dr. Sin, lenda do hard rock e do heavy metal do Brasil, ainda curte o sucesso muito além do esperado do evento “Dr. Sin’s Help II”, a segunda edição de um pequeno festival beneficente reunindo vários artistas – e que se tornou grande demais pelo calibre dos convidados.

No dia 5 de agosto, o Manifesto Bar, no Itaim-Bibi, zona sul de São Paulo, o Dr. Sin recebe músicos de bandas como Angra, Almah, Korzus, Shaman, Golpe de Estado e músicos consagrados como Luís Carlini e Michel Leme para uma celebração à música do trio e arrecadar recursos para o Hospital Casa do Caminho, de Araxá (MG).

O que chama a atenção é a camaradagem entre os músicos. Os ensaios no Sonata 84, estúdio do qual os irmãos Andria (baixo e vocal) e Ivan Busic (bateria e vocal), do Dr. Sin, são sócios, poderiam ser tudo, menos um preparativo para um evento importante como o show no Manifesto.

“Quase todo mundo aqui se conhece há mais de 20 anos. Tocamos juntos milhões de vezes e somos fãs uns dos outros. Não é todo dia que se consegue reunir um time com esse para um show beneficente no Brasil”, diz Andria Busic, o autor da ideia do festival beneficente ao lado da mulher, a produtora Eliane Veronezzi.

 

Ensaio geral para o evento beneficente: Andria Buisc, do Dr. Sin, ao microfone, cxom Felipe Andreoli (Angra), ao fundo (FOTO: MARCELO MOREIRA)

O evento que começou pequeno cresceu tanto que quase ficou inviável. “O Manifesto é o local mais adequado para on que tínhamos em mente, só que tanta gente quis participar e tivemos de fazer muitas adaptações e adequações. Deu certo, mas os próximos eventos terão de ser reavaliados”, disse Eliane.

Então o evento finalmente vai ser anual? “A ideia é essa”, diz Ivan Busic. “A repercussão foi tão boa e surpreendente que não há como não realizarmos o ‘Dr. Son’s Help’ em 2013. Vamos fazer todo os anos, e se possível com mais gente.”

O evento do próximo dia 5 terá como tema paralelo a continuidade das comemorações dos 20 anos de carreira do Dr. Sin. Todos os convidados tocarão pelo menos duas músicas do trio, sendo que os integrantes formarão a banda-base para todos os músicos.

“Pena que o pessoal do Sepultura e do Viper não poderá estar presente. O Andreas (Kisser, guitarrista do Sepultura), O André Matos e o Felipe (Machado, guitarrista do Viper”, disseram que iam participar de qualquer jeito, mas aí as agendas não bateram, pois tinham shows no Brasil e no exterior na mesma data. Seria um verdadeiro ‘dream team’ do heavy nacional”, lamenta Andria Busic.

Os convidados desta edição são Edu Falaschi (Almah, ex-Angra) e Symbols), Danniel Costa, Nando Fernandes (ex-Hangar), Ricardo Confessori (Angra e Shaman), Demian Tiguez (ex-Symbols, Anjos do Resgate), Felipe Andreoli (Angra, ex-Almah), Ricardo Cassal (On Band), Raphael Bittencourt (Angra), Vivi Keller, Lucas Lima Taffo (filho de Wander Taffo), Helcio Aguirra (Golpe de Estado), Marco Bavini, Heros Trench (Korzus), Michel Leme (conceituado músico de jazz) e Luis Carlini (ex-Tutti Frutti e Rita Lee).

Serviço:

‘DR.SIN Help’s II’
5 de agosto – 19h
Manifesto Bar – Rua Iguatemi, 36, Itaim – São Paulo
R$ 20 + um quilo de alimentos não perecíveis.