Clássico do Dire Straits é banido de rádios canadenses

Estadão

22 de janeiro de 2011 | 16h44

Luciano Borborema – Território Eldorado 

Toda briga é por conta de ‘Money For Nothing’, música do álbum ‘Brothers in Arms’ (1985) que conta com a participação de Sting, ex-Police. A decisão é do conselho que regulamenta as rádios canadenses privadas, Canadian Broadcast Standards Council (CBSC).

De acordo com o jornal inglês ‘The Guardian’, tudo começou após um ouvinte se queixar da canção que repete a palavra ‘faggot’, (algo como ‘bicha’) termo depreciativo para os homossexuais.
 “A decisão não está relacionada com a canção do Dire Straits, mas sim com aquela palavra”, disse o presidente da CBSC, Ron Cohen, à agência Reuters. Um dos integrantes da banda se manifestou a respeito.

“Assim acho que o Canadá pode banir 75% das nossas gravações. Que desperdício de papel. Você pode escrever uma canção ou um poema com a linguagem que as pessoas usam no dia-a-dia.

‘Money For Nothing’ não celebra o insulto. Mark Knopfler usou o inglês norte-americano para falar como um trabalhador sem nada no cérebro se sente sobre um vídeo que está vendo”, escreveu o teclista Guy Fletcher em seu site. 

Tudo o que sabemos sobre:

Dire StraitsMark Knopfler

Tendências: