'Cara, já são 18 anos'

Estadão

04 de setembro de 2010 | 08h30

Daniel Fernandes

Cara, e já se passaram 18 anos!. Repito: 18 anos. Em 1992, eu fui até uma locadora perto de casa, na Lapa. Na época, quando os aparelhos e CDs começavam a ‘bombar’ no país, as locadoras de vídeo passaram a comprar e alugar discos. Lembro que havia uma parede inteira de títulos disponíveis.

Olhei, olhei, olhei….nada me interessou muito. Tinha lá os clássicos: Iron Maiden, Black Sabbath e Dire Straits. Isso para falar em rock. Por que na verdade tinha um monte, mesmo, de títulos do Caetano Veloso. Outra penca do Gilberto Gil e acho que era só isso.

Mas a capa de um disco me chamou a atenção.

 Tá certo, confesso, decide alugar o disco por causa da capa. Mas deu certo. O It´s A Shame About Ray, do Lemonheads, de 1992, caiu feito uma bomba na minnha cabeça.

Vale lembrar que esse disco tem clássicos como Confetti, que era exibido sem parar na MTV. E tinha também uma espetacular versão de Mrs. Robinson, da dupla Simon & Garfunkel.

É o típico disco que roda sem parar, sabe. E que todas as músicas são muito boas e cheias de energia. Eu tocava esse disco quando acordava, quando ia dormir, levava para escola – uma gravação em fita k7, claro. Enfim, não parava de ouvir a coisa.

Claro que o disco catapultou a banda e, especialmente, o líder Evan Dando ao estrelato. Daí aos clichês problemas com drogas foi um pulo.

Acontece que ele não se recuperou totalmente desses problemas – ou eles afetaram a sua maldita cabeça permanentemente. O que ele lançou depois desse disco foi morno, morno. E o que não era muito bom ficou ruim com os últimos dois discos – Self Titled e Varshons, que foi lançado só neste ano no Brasil.

Acontece que nesse tempo eu tive meus altos e baixos também. Todo mundo tem. Mas tô aqui, na batalha, tentando fazer a coisa dar certo. Mas ele não. Tá lá, letárgico. Chato.

Então, a pergunta que fica é: o que deu em você Evan Dando?

A capa do disco é boa, vai

A capa do disco é boa, vai

 

Enquanto ele não me responde (risos), um pouco dos bons tempos:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.