Californianos trazem o melhor da gaita blues a São Paulo

Estadão

07 de agosto de 2013 | 17h00

Marcelo Moreira

A nata dos gaitistas da Califórnia vai excursionar pelo Estado de São Paulo no mês de agosto. Graças a uma iniciativa do Sesc de São Paulo, Mitch Kashmar, Rod Piazza e Lynwood Slim agendaram cinco datas no interior do Estado para a West Coast Harp Legends, uma turnê onde os três tocarão acompanhados por alguns dos mestres brasileiros do blues.

A organização ficou a cargo do guitarrista Igor Prado, um dos grandes nomes do blues do Brasil. O próprio Prado e o extraordinário pianista brasileiro Ari Borger estarão na banda de apoio. Já estão agendadas datas em Taubaté, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Sorocaba, Catanduva, Bauru e Presidente Prudente. Shows em São Paulo ainda não estão descartados. Mais detalhes da programação podem ser obtidos no site do Sesc-SP, clicando aqui.

  1. Foto

 

Rod Piazza talvez seja o mais conhecido dos três gaitistas, tendo se apresentado no Rio de Janeiro em 2010. Também cantor e bandleader, tem no som de sua gaita a influência marcante de Little Walter e George “Harmonica” Smith, dois dos maiores gaitistas da história. No início de carreira participou da Dirty Blues Band nos anos 60. Posteriormente lançou em 1973 seu primeiro disco solo, estabelecendo-se com os Mighty Flyers, banda que o acompanha desde sempre. Sua esposa, Honey Alexander, pianista, também será umas atrações da turnê paulista, dividindo o palco com Ari Borger.

Kashmar é o que mais se aproxima do som de Chicago, mas especializando-se no que se convencionou chamar de delta groove. Com sopro poderoso e uma mescla interessante de estilos musicais além do blues, é considerado um dos revolucionários do instrumento. Já Lynwood Slim é mais conhecido dos músicos brasileiros, já que gravou um álbum ao lado de Igor Prado. Mais tradicionalista, aposta em uma mistura com o jazz e com o rhythm and blues.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: