Brian Wilson reinventa o gênio George Gershwin

Estadão

24 de setembro de 2010 | 16h35

Marcelo Moreira

Dois gênios da música popular norte-americana se “juntam” e criam uma obra-prima. Um foi soberano na primeira metade do século XX; o outro também imperou, mas na segunda metade do mesmo século e tendo de dividir a coroa com muita gente. Ainda assim são/foram mestres em seus ofícios.

Brian Wilson, o mentor e líder eterno dos Beach Boys, expiou os seus fantasmas e seus inúmeros problemas médicos e emocionais e retornou em grande forma à música neste século XXI. Gravou excelentes álbuns ao vivo, inclusive recuperando “Smile”, o famoso álbum dos Beach Boys que nunca foi terminado – mas que, finalmente, foi finalizado 38 anos depois e executado ao vivo.

reimagines_gershwin_2010

Livre de traumas para criar, Wilson não se intimidou e mergulhou fundo na obra do compositor George Gershwin (1898-1937) e editou o maravilhoso “Reimagines Gershwin”, lançado em agosto nos Estados UNidos e com previsão de lançamento no BRasil até janeiro em CD.

O ex-beach boy regravou e reinventou 12 temas famosos, além de ter a ousadia de “completar” outras duas músicas de Gershwin inacabadas – são elas “Nothing But Love” e “”The Like in I Love You, os dois temas que o Beach Boy finalizou a partir de duas partituras inacabadas de Gershwin.

Há joias como “Summertime”, “I’ve Got a Crush on You” e “Rhapsody in Blues”, além de uma versão a capella para a mesma “Rhapsody in Blue”. Um dos grandes lançamentos do ano.

1. Rhapsody in Blue (Intro)
2. The Like in I Love You
3. Summertime
4. I Loves You, Porgy
5. I Got Plenty of Nothin’
6. It Ain’t Necessarily so
7. ‘S wonderful
8. They Can’t Take That Away from me
9. Our Love Is Here to Stay
10. I’ve Got a Crush on You
11. I’ve Got Rhythm
12. Someone to Watch Over me
13. Nothing But Love
14. Rhapsody in Blue (Reprise)

Tudo o que sabemos sobre:

Beach BoysBrian WilsonGeorge Gershwin

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: