Blues solidário retorna a Osasco no fim de agosto

Estadão

06 de agosto de 2013 | 07h00

Marcelo Moreira

Enquanto o Estado de São Paulo recebe o fantástico festival de blues West Coast Harp Series, com alguns dos mais importantes gaitistas da Califórnia, outro festival, bem mais modesto, mas talvez muito mais importe, será realizado em Osasco (Grande São Paulo) em mais uma edição. O Blues Pela Vida é um evento beneficente, que arrecada fundos para entidades assistenciais da área oeste da região metropolitana da capital paulista. A cada ano uma entidade é beneficiada.

O festival reúne muitos músicos de blues, que doam seu cachê, mas também uma variedade de atividades culturais, como peças de teatro, oficina de artesanato, dança, workshops literários e espaço para crianças.

Entre os artistas convidados, talvez o mais expressivo seja o gaitista Ivan Marcio, que vai se apresentar com a excelente banda Walkin’ Blues Band. Marcio acaba de lançar um álbum com outra banda, a Brazilian Blues Bash, gravado em Chicago, nos Estados Unidos, onde ele já havia gravado outros dois CDs. O trio Tritono é outra boa atração, apostando no blues tradicional com pitadas de “modernismo”. Completam a lista de atrações Roberto Terremoto, Dudé e as bandas Almanak e Kuartetrio.

Como sempre, o grupo que promove o evento tem a liderança do comerciário e músico amador Cláudio Rodolfo “Banha Blues” Medeiros, que comanda o balcão de bares importantes de São Paulo, como Morrison e Mr. Blues.

Iniciado em 2007 como um minifestival que reuniu bandas importantes em uma celebração de amigos, o “Blues pela Vida” cresceu, tanto que Banha já está revendo a estimativa inicial de 800 pessoas no evento multicultural de Osasco. “O local é grande, acho que cabem até 4 mil pessoas, mas a repercussão tem sido além da esperada. Acho que esse ano passaremos de mil pessoas.”

Cláudio ‘Banha Blues’ Medeiros

Ele ressalta o apoio da prefeitura cedendo o espaço para realização e ajudando em alguns aspectos da infraestrutura, além dois patrocinadores de pequeno porte, mas reconhece que o evento sempre tem saído “na raça e na vontade”. “Eu chamo o pessoal que se envolve com esse evento de ‘blueseiros do bem’, gente que trabalha de forma voluntária para que consigamos fazer da diversão e do lazer um importante instrumento de solidariedade. E tem dado certo em todos anos que realizamos ‘Blues pela Vida’.”

A entidade que será beneficiada com a renda do evento será a Apnesor (Associação dos Portadores de Necessidades Especiais de Osasco e Região), uma entidade sem fins lucrativos que ajuda portadores de deficiências diversas. Como boa parte de entidades assistenciais, luta constantemente contra a falta de recursos, e continua existindo a base de doações de alguns parceiros fixos.

O Blues Pela Vida 2013, em sua quinta edição, acontece no dia 25 de agosto na Escola Municipal Cesar Antonio Salvi, em Osasco.

Ingressos a venda, garanta já o seu !!!

Mais conteúdo sobre:

Blues Pela VidaIvan Marcio