Bill Ward desiste de vez de voltar ao Black Sabbath

Estadão

15 de maio de 2012 | 19h29

Marcelo Moreira

O baterista inglês Bill Ward bem que tentou, mas parece que não quis ceder a algumas propostas feitas pelos empresários do Black Sabbath – ou estes não quiseram atender às exigências do músico. Ele está definitivamente fora da reunião da formação original da banda, que inicialmente faria uma turnê extensa este ano pela Europa e pelos Estados Unidos, mas que ficou reduzida a apenas três apresentações por conta do câncer de Tony Iommi.

No começo do ano Ward pegou todos de surpresa ao ameaçar não participar da reunião, após ter concordado e participado do anúncio em novembro passado. Sob a alegação de que as condições contratuais oferecidas eram “inaceitáveis”, exigia ser tratado da mesma forma como os outros integrantes.

A reação veio três dias depois, em um comunicado oficial do grupo lamentando a decisão de Ward não se juntar ao projeto – em nenhum momento o baterista tinha dito que tinha desistido; ou seja, ficou claro que a banda não ofereceria nada mais para tê-lo de volta. Ao final do comunicado, os três remanescentes desejavam boa sorte ao “amigo” e informavam que dariam sequência ao projeto.

O substituto natural, Vinny Appice, que fez parte do Black Sabbath com Dio e também com o Heaven and Hell, apressou-se em afirmar neste ano que não tinha sido contactado pela banda para substituir Ward e que não tinha intenção de aceitar qualquer convite, caso ele surgisse, pois se encontra dedicado a sua banda, Kill Devil Hill.

O que surpreendeu a todos foi que Bill Ward mantivesse negociações para participar ao menos das três apresentações de 2012, mas não do eventual álbum com músicas inéditas que está sendo composto e gravado.

Segundo informações de pelos menos três sites ingleses, na verdade nunca houve retomada de negociações. Agentes de Bill Ward decidiram em abril insistir em retomar as conversas, mas teriam encontrado as portas fechadas por determinação de Sharon Osbourne, a mulher e empresária de Ozzy. Os empresários do Black Sabbath não teriam admitido nenhuma mudança na oferta inicial feita ao baterista.

Ainda não foi anunciado um substituto, mas existem boas chances de que Tommy Clufetos, da banda de Ozzy Osbourne, seja o escolhido, já que Vinny Appice está definitivamente fora do projeto.
Black Sabbath versão 2011 em anúncio no Whiskey A Go-Go, em Los Angeles

Black Sabbath versão 2011 em anúncio no Whiskey A Go-Go, em Los Angeles

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.