Banda INXS recruta vocalistas convidados para novo álbum

Estadão

08 Abril 2011 | 23h34

REUTERS

Treze anos após a morte precoce de seu vocalista, a banda de rock australiana INXS ainda não encontrou um nome para substituí-lo plenamente. Enquanto isso, porém, os cinco integrantes da banda de maior sucesso da Austrália vêm trabalhando com cantores diversos. 

Nos primeiros anos após a morte de Michael Hutchence, que enforcou-se acidentalmente em um quarto de hotel em Sydney em 1997, eles trabalharam com gente como Terence Trent D’Arby e os heróis locais Jimmy Barnes e Jon Stevens em vários shows. 

Depois disso, seguiram o caminho dos reality shows americanos, acabando com um canadense desconhecido, J.D. Fortune, que ainda é sua primeira escolha no circuito dos concertos.

 A banda acaba de ativar outro plano de back-up, recrutando vários nomes internacionais para um novo álbum que terá versões fortemente retrabalhadas de suas canções clássicas. 

“Original Sin” tem Rob Thomas, vocalista do Matchbox 20, na faixa-título. Outros colaboradores incluem Pat Monahan, vocalista do Train, o roqueiro de raízes Ben Harper e o cantor de trip-hop Tricky.

 “Original Sin” é o primeiro álbum da banda desde “Switch”, de 2005, em que Fortune fez sua estreia depois de ser o vencedor do reality show “Rock Star: INXS.” As vendas de álbuns do INXS tinham estado em baixa antes da morte de Hutchence, e “Switch” não conseguiu mudar essa situação. 

Outra banda australiana, a AC/DC, se saiu muito melhor após a morte do vocalista original Bon Scott em 1980. Algumas semanas mais tarde, ela contratou um desconhecido, Brian Johnson, e continua a lotar estádios até hoje.

Mais conteúdo sobre:

AC/DCINXS