As raridades ao vivo da Coqueiro Verde

Estadão

23 de novembro de 2011 | 06h38

Marcelo Moreira

Uma série de CDs e DVDs ao vivo que não são encontradas em nenhuma lista de discografia oficial de artistas consagrados. Esse é o principal atrativo do catálogo da Coqueiro Verde, gravadora independente que está no mercado desde 2006 e que tem entre seus sócios Léo Esteves, umd so filhos do cantor Erasmo Carlos.

O catálogo é surpreendente porque aparentemente coloca no mercado gravações alternativas ao vivo em CD e em DVD que não são encontradas em lojas virtuais internacionais. É o caso, por exemplo de “Live at the Hammersmith Odeon”, de David Gilmour, disponível nos dois formatos.

Esse show é raro e circula pela internet em formato não autorizado. Foi editado apenas uma vez em VHS na Inglaterra, e não se tem notícia do motivo de não ter havido mais reedições. O show faz parte da turnê de 1984 do guitarrista do Pink Floyd, em suporte ao álbum “About Face”. Não é dos mais inspirados, mas é um bom showde Gimour.

Outra peça interessante é “Live at Budokan”, em CD e em DVD trazendo uma apresentação de Eric Clapton em 2001 no Japão, durante a turnê do álbum “Reptile”. O show é muito bom, embora sem tanta energia como as apresentações realizadas no Brasil naquele mesmo ano.

Também gravado no mesmo local, em Tóquio, e lançado com o mesmo nome, é o pacote do Bon Jovi. A gravação é dos anos 2000, já na fase mais pop e amena do quarteto norte-americano. O show cumpre a sua função, embora não seja dos mais inspirados. Melhor é o show gravado no Giants Stadium, em NOva York, em 2001, intitulado “One Last Wild Night”.

Mais um show do Japão, desta vez do Aerosmith: “At Kokusai Stadium”, um registro de 2004 de um Aerosmith surpreendentemente animado e energético, com um repertório mesclando seus clássicos com versões de blues gravadas no álbum “Honkin’ on Bobo”.

Uma pérola do catálogo é “Live at the Coach House”, com Eric Burdon and the New Animals. Este show ao vivo traz o veterano cantor do Animals ao vivo em 17 de outubro de 1998, na The Coach House (Califórnia).

O grande destaque, no entanto, é a caixa com nove DVDs com os melhroes momentos dos 25 anos do Rock and Roll Hall of Fame, que foi um dos grandes lançamentos do começo deste ano. Além da caixa, esse produto é vendido em pacotes de três DVDs cada (volumes 1/2/3, volumes 4/5/6 e volumes 7/8/9) e tambpem separadamente, por temas.

Merecem destaque ainda os seguintes DVDs: Guns N’Roses, com “Live at the Ritz”, em show gragados nos Estados Unidos em 1998; Iggy Pop and the Stooges, com “Live in Detroit”, em show dos anos 2000; “Live at Knebworth 1979”, do Led Zeppelin; “Live in Seoul 2006”, do Metallica; “Live in Halifax, Nova Scotia 2009”, de Paul McCartney; “LIve in Washington 2007”, de Paul Simon and Friends; dois do Pearl Jam, “Live in Texas 2009″ e Live in Santiago 2005”; Peter Gabriel, com “Don’t Give Up”, gravado em vários shows de 1988; Rolling Stones, com “Live in Toronto 2003”; The Who, “Live at the Kilburn 1977”, mas a versão simples; e quatro DVDs dos Beatles, entre eles “Live at the Shea Stadium” e “Concert at Budokan.”

Mais informações: www.coqueiroverde.com.br.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: