As músicas do curto show do Megadeth no Metal Open Air

Estadão

24 de abril de 2012 | 12h03

Flávio Leonel – Roque Reverso *

Se alguma coisa prestou no Metal Open Air, a tentativa de algumas poucas bandas tocarem no caótico festival foi, talvez, o único ponto positivo. Apesar dos diversos cancelamentos verificados no evento vergonhosamente mal produzido pela Negri Concerts e pela Lamparina Produções, o Megadeth, um dos maiores grupos da história do heavy metal mundial, subiu ao palco em respeito aos fãs.

A banda liderada por Dave Mustaine fez um show curtíssimo, de cerca de uma hora, mas conseguiu levar um pouco de alegria ao público que sofreu com o mais puro desrespeito dos organizadores, que transformaram o MOA no mico do século entre os festivais de rock no Brasil.

Antes do grupo norte-americano de thrash metal, outras bandas gringas já haviam se apresentado e encantado as pessoas que foram a São Luís, no Maranhão. Foram os casos do Destruction, do Exodus e do Symphony X, que fizeram shows elogiados por crítica e público presentes no Parque da Independência.

O Megadeth tocou apenas 10 músicas. Apesar da alegria levada a muitos que nunca haviam visto a banda ao vivo, houve muita reclamação sobre a qualidade do som neste show. O próprio Mustaine chegou a ir ao microfone explicar que tinha alguns problemas com o som de sua guitarra.

Em outros tempos, quem conhece o Megadeth, sabe que seu líder não teria muita paciência e não pouparia os próprios técnicos de som. Como os tempos são outros, Mustaine foi pelo menos simpático com o público e tocou até onde foi possível, depois de entrar e sair do palco várias vezes para tentar transformar o show em algo audível. Ao final da apresentação, ainda saudou e se despediu da plateia, que ainda foi presenteada com palhetas e adereços da banda.

Mais tarde, em sua página oficial no Facebook, o vocalista agradeceu demais o público que foi ao festival e disse que o primeiro dia do Metal Open Air só aconteceu graças ao esforço de sua equipe. “Tornaram couro de porco em seda”, escreveu Mustaine. “Nós tocaríamos, não importava como. Não estavámos tocando mais pelos organizadores, estávamos tocando para o público”, acrescentou.

O Roque Reverso descolou o set list oficial do show no site do Megadeth e dois vídeos que foram colocados no YouTube. Fique com “A Tout Le Monde” e “Symphony of Destruction”.

Set list

Trust
Hangar 18
She-Wolf
Public Enemy No. 1
Whose Life (Is It Anyways?)
Guns, Drugs & Money
A Tout Le Monde
Symphony of Destruction
Peace Sells
Holy Wars…The Punishment Due

* Flávio Leonel é jornalista da Agência Estado e editor do ótimo blog Roque Reverso.

Tudo o que sabemos sobre:

MegadethMetal Open Air

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.