As meninas extremas da banda Nervosa

Estadão

26 Março 2012 | 06h48

Marcelo Moreira

A banda Runaways, formada só por mulheres em 1975 e que fez relativo sucesso nos Estados Unidos e no Japão, assustava os homens nos shows em bares e pardieiros diversos, segundo disse recentemente a guitarrista Joan Jett em uma entrevista à Rolling Stone Brasil. Em uma época que o punk nascia nos Estados Unidos, as adolescentes californianas mostraram ousadia e certa agressividade.

Pois agressividade é o que não falta no trio feminino paulistano Nervosa, que anda igualmente assustando a plateia masculina com a violência sonora de seu thrash metal cru e veloz.

Se a audiência se fica assusta, também fica impressionada com o desempenho das meninas, que venceram no último dia 16 de março uma seletiva no Blackmore Rock Bar, em São Paulo, onde a banda vencedora ganharia como prêmio uma vaga para tocar na edição deste ano do festival Roça N’ Roll, tradicional festival de música pesada, que ocorre anualmente, e traz, neste ano, a banda Samael como uma de suas atraçÕes principais. O festival será realizado em Varginha (MG) em junho. 

Imagem

 A banda Nervosa não é a primeira só com mulheres a fazer metaol extremo no Brasil. O quarteto paulista Volkana pode ser considerado o primeiro com meninas a fazer um thrash competente no Brasil no finalzinho dos anos 80. A ousadia e o vanguardismo, entretanto, cobraram o seu preço e as meninas acabaram se separando em meados da década de 90.

O trio Nervosa, entretanto, é bem mais pesado e, em certos momentos, mais técnico. As paulistanas têm influências no clássico do thrash, com nítida influência de Slayer, Sepultura e Exodus.

No começo deste ano a banda perdeu a guitarrista curitibana Karen Ramos, que saiu por problemas pessoais. O que poderia ser um problema tornou-se um opção interessante: como power trio, o som ficou mais cru e menos encorpado, só que mais agressivo.

Integram a banda hoje Fenanda Lira (vocal e baixo), Prica Amaral (guitarra e backing vocal) e Fernanda Terra (bateria), sendo esta veterana da cena metal paulistana, tocando em bandas como Food 4 Life, Baby Scream, No Fashion, Final Fight e na ótima Dominatrix.

Em março a banda lançou seu novo clip da música “Masked Betrayer”, que atingiu 20 mil visualizações em apenas uma semana, o que as levou a receber uma menção honrosa do YouTube, ocupando o 17º lugar de clipes de músicos mais vistos da semana e 55º mais visto no mês de março. A faixa fará parte de sua demo a ser lançada no mês de março de 2012. Que venha rápido o primeiro álbum das garotas.

Mais conteúdo sobre:

DominatrixNervosaVolkana