Após morte de ex-integrante, Monkees decidem se reunir após 15 anos

Estadão

09 de agosto de 2012 | 06h52

Marcelo Moreira

Michael Nesmith sempre foi um músico criterioso e zeloso de seu trabalho autoral. Nunca deixou que seu passado de integrante dos Monkees influenciasse a sua carreira a partir dos anos 70, depois do esfacelamento do grupo.

Ao contrário de seus antigos companheiros, sempre rechaçou as seguidas voltas da banda, até que cedeu apenas em 1997, quando aceitou gravar o álbum “Them” e fazer alguns shows pelos Estados Unidos, em respeito aos velhos tempos e às dificuldades financeiras dos ex-colegas. Fim do projeto, voltou para seu rancho, para sua carreira solo discreta e sempre descartou a volta da banda de seriado.

Assim sendo, causou estupefação o anúncio nesta quarta-feira do retorno dos Monkees com os membros remanescentes. A pergunta é: por que Nesmith só agora, depois de 15 anos ausente e de alguns meses da morte de Davy Jones, aceitou se reunir com os outros sobreviventes?

Davy Jones, o mais novo do quarteto e o único não americano – era inglês de Manchester – morreu em fevereiro deste ano aos 66 anos, vítima de um ataque cardíaco na Flórida, Estados Unidos.

Jones fez parte da banda The Monkees, criada em 1965 - Peter Kramer/AP

Peter Kramer/AP
Jones fez parte da banda The Monkees, criada em 1965 
 
A turnê deste ano tem o nome de “The Monkees 2012” e será realizada em 12 cidades americanas entre novembro e dezembro deste ano. Ainda não há a previsão de gravação de novo álbum.
 
Segundo site da revista Veja, o trio será acompanhado do filho de Nesmith, Christian, guitarrista. O repertório incluirá diversas canções gravaram na década de 1960, entre elas, Last Train To Clarksville, I’m A Believer e Pleasant Valley Sunday, além de músicas inéditas compostas por Nesmith e Tork. As apresentações incluirão a exibição de imagens raras em filmes e fotos que mostrarão a trajetória do grupo, bem como uma homenagem a Davy. Ou seja, evento único e imperdível para qualquer fã do grupo.

A banda The Monkees foi criada em 1965 pela rede de TV americana NBC. A ideia era que o grupo fizesse frente aos Beatles. Além de Nesmith e Jones faziam parte Micky Dolenz e Peter Tork. Eles atuaram juntos na série que levava o nome da banda. Eles também protagonizaram o filme Os Monkees Estão Soltos (1968) e Head (1969), com a participação de Frank Zappa.

Dos quatro, apenas Nesmith era músico profissional, tocando guitarra e baixo. Tork tinha noções de música, mas não era tão bom. Com isso, nos álbuns e compactos eles apenas cantavam, com músicos de estúdio gravando o instrumental de composições de autores especialmente contratados.

Após o fim da série na TV os quatro se rebelaram e decidiram manter a atividade musical e exigiram gravar músicas próprias, executadas por eles mesmos – Tork e Nesmith se revezavam nas guitarras, baixo e bateria; Jones apenas cantava e Dolenz de ve vez em quando se arriscava na bateria. Não deu certo, como previram os executivos da TV e da gravadora.

Tork saiu no final de 1969, deixando a banda como um trio, que chegou a gravar dois álbuns após o final da série de TV, naquele mesmo ano, Instante Replay e Monkees Present.

Em meados de 1970, foi a vez de Nesmith sair para uma carreira solo. Jones virou um cantor de música pop/brega, Tork se retirou do meio musical após algumas produções de álbuns de outros artistas e Nesmith se tornou uma referência na música folk e country, tanto como artista solo como produtor – sempre teve um apreço pelo Brasil tanto que um de seus discos se chamou Rio, no final dos anos 70.

Quase dez anos anos depois, em 1988, Tork, Jones e Dolenz gravaram um álbum de inéditas como Monkees, chamado “Then and Now”, de pouca repercussão. No começo dos século XXI Nesmith cocordou em se reunir com os três para uma dezena de shos comemorativos, mas sem o compromisso de vo álbum.

Os Monkees venderam mais de 50 milhões de discos no mundo todo e lançaram hits como Daydream Believer, I’m a Believer e Last Train to Clarksville.

The Monkees em foto de 1967: da esq. para a dir., Davy Jones, Peter tork, Micky Dolenz e Michael Nesmith

Tudo o que sabemos sobre:

Michael NesmithMonkeesThe Monkees

Tendências: