Após hiato de 8 anos, Golpe de Estado lançará disco de inéditas em setembro

Estadão

19 de agosto de 2012 | 17h00

Flávio Leonel – Roque Reverso*

Após um hiato de 8 anos, o Golpe de Estado lançará um álbum de inéditas. “Direto do Fronte” é o nome do disco desta banda paulistana respeitadíssima por quem entende de um bom hard rock das antigas. Estará disponível para os fãs em setembro, via gravadora Substancial Music. 

Gravado no tradicional estúdio Mosh, em São Paulo, o novo álbum foi produzido pelo próprio grupo, em parceira com Alex Angeloni. Antes de “Direto do Fronte”, o último disco do Golpe havia sido “Pra Poder”, de 2004, quando a banda contava ainda com o excelente Paulo Zinner, na bateria, e o não menos competente Kiko Muller nos vocais. 

Desde então, o conjunto brasileiro de hard rock passou por algumas transformações, como a saída destes dois membros, que seguiram para formar a banda Sangue. 

No lugar de Zinner, entrou o baterista Roby Pontes. Para os vocais, quem assume o posto atualmente é Dino Linardi. Na guitarra, a banda continua com o batalhador Hélcio Aguirra, um dos maiores músicos deste País. Ao seu lado, o inseparável Nelson Brito, que domina como poucos o baixo em solo nacional. 

Recentemente, na Virada Cultural de 2012, o Roque Reverso teve o prazer de acompanhar mais um show da banda e a avaliação foi muito boa, já que, mesmo tocando perto das 4 da manhã, o Golpe foi capaz de atrair um público em bom número e dar mais uma de suas aulas de rock n´roll. 

Havia grande expectativa sobre o comportamento da banda depois das saídas de Paulo Zinner e Kiko Muller. Mas Roby Pontes e Dino Linardi mostraram que são perfeitamente capazes de dar conta do recado, honrando a história desta grande e injustiçada banda brasileira. 

Se depender, portanto, do que vem mostrando ao vivo, o Golpe deve trazer mais um grande disco para os fãs. A ver…

 

Mais conteúdo sobre:

Golpe de Estado