Angra prepara DVD ao vivo com convidados especiais

Estadão

02 de agosto de 2013 | 06h37

Marcelo Moreira

Sem pressa, e aparentemente se divertindo, o Angra vai encontrando o seu caminho. Depois de três shows em 2013 com o vocalista convidado Fabio Lione (Rhapsody of Fire), o temporariamente quarteto anuncia um grande show em São Paulo com a presença de convidados ilustres e o projeto de gravação de um DVD deste mesmo show.

No dia 25 de agosto, no confortável HSBC Brasil, o Angra recebe a cantora finlandesa Tarja Turunen, o guitarrista alemão Uli Jon Roth e o cantor norte-americano Russell Allen. Tarja é ex-vocalista do Nightwish e costuma visitar o Brasil com frequência. Ela participou da última apresentação de Edu Falaschi como cantor da banda, no Rock in Rio 2011.

Já Roth substituiu Michael Schenker no Scorpions nos anos 70, onde ganhou fama. A partir dos anos 80 engatou uma bem-sucedida carreira solo na Europa. Esteve no Brasil em junho, com sua banda solo, em apresentação conjunta com o mesmo Michael Schenker, embora a prometida jam entre os dois guitarristas não tenha acontecido.

Russell Allen, vocalista da banda de metal progressivo Symphony X, também esteve recentemente no Brasil. Em junho, cantou com o Adrenaline Mob, projeto que mantinha com o ex-baterista do Dream Theater. Allen também é o produtor do próximo álbum dos brasileiros do Shaman.

Angra com o vocalista temporário Fabio Lione (segundo da esq. para a dir.)

“Estamos vivendo um período interessante, com a retomada de shows e uma parceria bem interessante com o Fabio Lione. Ele é um extraordinário profissional e tem mostrado uma grande versatilidade ao cantar conosco”, diz Rafael Bittencourt, guitarrista, em entrevista exclusiva ao Combate Rock.

Sobre o futuro, o guitarrista afirma que não há pressa para definir o novo vocalista – o italiano Lione canta com o Rhapsody of Fire e em outros projetos. “Nos anos 90 teríamos mais dificuldade em encontrar um músico que atendesse às nossas necessidades, não havia muitas opções de bons cantores de heavy metal. Hoje é muito diferente, só no Brasil a quantidade de bons cantores é enorme. Estamos atentos e observando.”

Agora sob o gerenciamento da empresa Top Link, a banda analisa a possibilidade de lançar no Brasil a coletânea “Best Horizons”, lançada em CD duplo no Japão e na Alemanha. “Queremos este lançamento no Brasil, mas ainda não há nada definido. Acho que é um retrato bem interessante do que é a nossa carreira de 21 anos”, comenta Bittencourt.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.