Acusado de homicídio, vocalista do Lamb of God sai da prisão na Europa

Estadão

30 de junho de 2012 | 19h04

Marcelo Moreira

Uma incrível trapalhada jurídica levou à prisão em Praga, capital da República Checa, o vocalista do Lamb of God, Randy Blythe, há três duas, sob a acusação de homicídio. A banda tocaria na cidade, mas assim que saiu do aeroporto o músico foi imediatamente detido e levado para uma delegacia.

A situação é surreal porque a banda e Blythe desconheciam as acusações, segundo o guitarrista Willie Adler. O show na cidade, obviamente, foi cancelado, e outras datas pela Europa correm risco de ser no mínimo adiadas por conta do problema. O cantor compareceu a uma audiência na manhã deste sábado e foi solto, podendo ir ao hotel. Entretanto, deverá pagar uma fiança na próxima segunda-feira para pode deixar o país, segundo agências internacionais.

A acusação se refere ao show do grupo em 2010na cidade, no Club Abaton, no qual um fã pulou no palco e se machucou durante uma briga. O sujeito não resistiu aos ferimentos e morreu, levando as autoridades a responsabilizar Blythe pela sua morte.

Uma das versões investigadas pela polícia é a de que o fã alucinado subira duas vezes ao palco para tentar agarrar Blythe no meio de ma música. Contido por seguranças e levado de volta à plateia, conseguiu furar o bloqueio e foi na direção do vocalista novamente.

Lamb of God: Blythe é o que está usando boné

Blythe se defendeu do que pensou ser um ataque e, tentando se desvencilhar do intruso, teria empurrado o rapaz para fora do palco. O fã teria batido a cabeça no chão, desmaiando em seguida, morrendo horas depois em um hospital.

Outras versões que circulam por sites roqueiros europeus dão conta de que o tal fã teria arrumado muita encrenca durante todo o show antes de resolver invadir o palco. Na terceira vez, novamente contido por seguranças, arrumou confusão ao voltar á pista com um grupo de espectadores inconformados com seu comportamento, sendo espancado logo em seguida.

“Tem sido dias difíceis. Tudo o que posso dizer é que eu não posso lembrar especialmente aquele show e muito menos um fã sendo espancado no palco. Eu acho que teria notado algo assim”, declarou Willie Adler ao site Blabbermouth.com. “Nós todos ainda estamos aqui na República Checa, aguardando o que vai acontecer. Nós esperamos ser capazes de ter Randy solto esta tarde. Todos os nossos pensamentos estão com ele, assim como a família do falecido fã. Nós não temos nenhuma ideia realmente do que aconteceu com ele, mas enviamos as nossas condolências. Tudo o que tentamos fazer é entreter, os fãs são o por que de estamos aqui. Nós nunca iríamos tentar prejudicar ninguém.”.

Tudo o que sabemos sobre:

Lamb of GodRandy Blythe

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.