AC/DC e Rolling Stones garantem a sobrevivência das máquinas de pinball

Estadão

18 de maio de 2012 | 12h00

Luciano Borborema- Território Eldorado, com Estadão.com.br

Em plena era digital uma empresa norte-americana continua fazendo sucesso com um joguinho inventado na década de 20 do século passado. Localizada em um subúrbio de Chicago, nos Estados Unidos, a Stern Pinball resiste ao tempo e às mudanças de comportamento da sociedade e mantém a linha de produção de máquinas de pinball. A empresa, comandada por Gary Stern, concorre com games de tecnologia de ponta.

 Para não desaparecer no mercado, como tantas outras do ramo que perderam espaço para jogos mais modernos, a empresa aposta na estratégia que também justifica sua sobrevivência: conquistar clientes oferecendo máquinas temáticas. Em seu portifólio de produtos há jogos de pinball de bandas como AC/DC e Rolling Stones e de sucessos de bilheteria do cinema, como Avatar, Transformers, Shrek, entre outros.

A procura por máquinas de pinball não está em seu auge. Tampouco a empresa vende protótipo aos montes. A Stern Pinball continua de portas abertas por paixão de colecionadores que desembolsam pequenas fortunas para comprar ou reformar suas máquinas. Atualmente, a empresa não chega a fabricar duas mil unidades por ano — sendo que 40% das vendas são feitas para colecionadores de diversas partes do mundo. Boa parte da receita que mantém o funcionamento do negócio vem da exportação.

Stern Pinball aposta na fabricação de jogos temáticos

Stern Pinball aposta na fabricação de jogos temáticos – Divulgação

Ao se autodenominar como a “última fabricante de máquinas de pinball do mundo”, condição legitimada pela IFPA (International Flipper Pinball Association), a empresa também atrai afccionados pelo jogo que vão até os Estados Unidos para conhecer a fábrica e a linha de montagem do jogo que marcou gerações. Na Stern Pinball, bom funcionário é aquele que sai da produção e passa, no mínimo, 15 minutos jogando partidas de pinball com visitantes.

FALANDO EM AC/DC

Brian Johnson anunciou durante o programa That Metal Show, pelo canal norte-americano VH1, que o AC/DC pode lançar um novo disco em 2012. De acordo com o vocalista, ele se reuniu com Malcolm Young e ele e o irmão, o guitarrista Angus Young, estão se preparando para lançar um novo trabalho.

Johnson disse ainda que espera que o álbum seja tão divertido quanto Black Ice, lançado em 2008, que deu origem à turnê mundial de mesmo nome, que passou pelo Brasil um ano depois.

A entrevista foi gravada em outubro e durou cerca de uma hora, de acordo com o site de fãs AC/DC Brasil. Brian Johnson, convidado especial do programa, também falou de seu preparo para turnês e de sua relação com a família de Bon Scott, ex-vocalista da banda, morto em 1980.

Tudo o que sabemos sobre:

AC/DCRolling Stones

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.