A-Ha, com seu pop inofensivo, se despede

Estadão

16 de fevereiro de 2011 | 16h34

Felipe Branco Cruz

Se os anos 70 ficaram conhecidos como a era da discoteca, os anos 80 entraram para a história como a década dos ecos, overdubs, sintetizadores e teclados seguidos por refrões repetitivos. Exemplo clássico dessa vertente é a banda norueguesa A-Ha . Ainda estão claros na memória do público sucessos que não saíam das rádios, como “Take On Me”, “Hunting High And Low” e “The Living Daylights”.

O trio é formado pelos músicos Morten Harket (vocal), Magne Furuholmen (teclados) e Paul Waaktaar-Savoy (guitarra) e no ano passado, eles anunciaram o fim da banda, fazendo, inclusive, uma turnê de despedida no Brasil, em outubro. Contudo, o A-Ha já planeja nova turnê mundial, com show de encerramento definitivo em Oslo, na Noruega.

Acabando ou não, a banda ainda cultiva muitos fãs e foi pensando neles que o grupo lançou recentemente três discos: “A-Ha 25”, “Hunting High and Low” e “Scoundrel Days”. Os três são duplos (R$ 39,90 cada).

O disco “A-Ha 25” é o melhor dos três, pois traz uma coletânea com 39 canções, entre elas os clássicos “Take on me” e “Hunting High And Low”, lançado em comemoração aos 25 anos da banda. Além disso, há uma canção inédita, de 2009, chamada “Butterfly, Butterfly (The Las Hurrah)”.

O A-Ha em show na cidade de Riga, na Letônia, no começo de novembro (REUTERS/Ints Kalnins)

Os outros dois discos são relançamentos dos álbuns clássicos da banda. “Hunting High And Low” é o principal, pois foi que mais vendeu no mundo, com 10 milhões de cópias desde o lançamento, em 1985. Além da canção-título, o álbum traz “Take on Me” e “The Sun Always Shines”. O disco traz ainda b-sides, demos e raridades.

Em “Scoundrel Day”s, a pegada é a mesma. Entretanto, o disco tem canções menos conhecidas. Fogem desse perfil “Manhattan Skyline” e “Cry Wolf”. O álbum vem com um disco extra de b-sides, demos e raridades. Pra fã nenhum botar defeito.

Tudo o que sabemos sobre:

A-Ha

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.