A derradeira turnê do Judas Priest e o vigor renovado do Whitesnake

Estadão

08 de setembro de 2011 | 17h00

Felipe Branco Cruz

Duas das principais bandas de heavy metal inglesas em atividade se apresentarão no sábado, na Arena Anhembi. Whitesnake subirá ao palco às 20h. Às 22h, é a vez de Judas Priest. Para os fãs do Priest, o show terá um clima de despedida, já que esta será a última turnê mundial do grupo. “

Não é o fim da banda. Ainda vamos gravar um disco novo. Mas é a nossa última turnê mundial”, avisou o guitarrista Glenn Tipton, em entrevista, por telefone, ao JT. Não por acaso, a turnê do Priest foi batizada com o sugestivo nome de Epitaph (epitáfio, em português, é a frase escrita sobre túmulos e mausoléus).

As duas bandas virão ao País para promover seus novos álbuns. Whitesnake, com Forevermore, lançado neste ano, e Priest, com Nostradamus, de 2008. Ambas prometem um show com repertório repleto de sucessos do passado. “Fiquem tranquilos. Vamos tocar suas músicas favoritas”, garantiu Tipton. “Vamos mostrar também uma canção inédita. Já temos 17 novas composições para o próximo disco.”

Judas Priest (FOTO DIVULGACAO)

Os fãs poderão esperar por sucessos, como Breaking the Law, Painkiller, Living After Mightnight, Angel e Diamonds and Rust, do Judas Priest. E Is This Love?, Love Ain’t No Stranger e Here I Go Again, do Whitesnake.

Ao lado de Iron Maiden e Black Sabbath, Judas Priest e Whitesnake são consideradas as maiores bandas de heavy metal do mundo. Quanto a isso, Glenn Tipton é modesto. “Acredito que influenciamos muitas pessoas com a nossa música. Gosto de pensar que somos os embaixadores do heavy metal no mundo. Ajudamos a divulgar o metal britânico, mas é só”, disse. Para ele, essa turnê final deve ser motivo de celebração da banda e não de tristezas pelo fim. “Vamos continuar fazendo shows pequenos”, completou.

A banda chega ao Brasil com um novo guitarrista, Richie Faulkner, no lugar de KK Downing, que decidiu se aposentar. “Estamos felizes com a nova formação. Tudo está equalizado e encaixado perfeitamente. Todos os integrantes estão em sua melhor fase. Só os fãs assistindo ao vivo para saber”, disse o guitarrista. Segundo ele, a presença de Faulkner trouxe renovação. E sua chegada parece ter dado mesmo certo, já que o novo membro assumiu, com segurança, alguns dos principais solos de guitarra do show.

 

A nova formação do Whitesnake (FOTO:Ash Newell/ DIVULGACAO)

Tipton aproveitou a entrevista para mandar um recado para os fãs. “Não deixem de vir ao show. Esta será a última e melhor oportunidade de nos ver ao vivo.” Ele também elogiou o vocalista Rob Halford, que fez show solo no Brasil em 24 de outubro do ano passado. “Ele está com uma ótima vibração. O trabalho solo dele não nos incomoda”, afirmou.

No domingo, as bandas farão show no Citibank Hall, no Rio de Janeiro. No dia 13, eles desembarcam em Belo Horizonte e se apresentam no Chevrolet Hall. No dia 15, é a vez de Brasília, no Ginásio Nilson Nelson.

A turnê que aportará no Brasil virá completa. “Vai ter tudo o que tem direito. Pirotecnia, explosões, som alto. Enfim, a produção completa”, antecipou Tipton. Esta não é a primeira vez que as duas bandas se apresentam juntas no Brasil. A outra vez foi em 2005. A turnê passará, ainda, pela Argentina, Chile, Venezuela e Colômbia.

 DIVIRTA-SE

 Judas Priest e Whitesnake

Sábado, dia 10, na Arena Anhembi. Av. Olavo Fontoura, 1.209. Santana.
Início do show Whitesnake: às 20h. Início do show Judas Priest: às 22h.
Preço: R$ 180,00 (pista) e R$ 375 (pista vip). 35 mil pessoas

Tudo o que sabemos sobre:

Judas PriestWhitesnake

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: