The book is on…

Estadão

22 de março de 2010 | 13h59

the_burning_plain_400

Comparar o nome original de filmes estrangeiros com as brilhantes (not!) adaptações feitas para o português pode ser um pouco frustante. Só para citar alguns recentes: A Single Man virou O Direito de Amar. The Hurt Locker ganhou ares de propaganda política como Guerra ao Terror. Para completar a célebre lista, estreia na próxima sexta (26) o novo longa escrito e dirigido por Guillermo Arriaga: The Burning Plain. No Brasil: Vidas que se Cruzam.

O motivo de tanto cruzamento é uma explosão em um trailer no meio do nada, à beira de uma estradinha que liga duas cidades americanas, próximas da fronteira com o México. O incidente coloca duas famílias em confronto e os desdobramentos levarão anos e anos.

Ok, o título até vai fazer sentido. Mas o espectador mais atendo há de lembrar de algumas referências de filmes escritos por Arriaga, nos quais este nome genérico também se aplicaria, como o acidente de carro que muda o curso dos personagens de Amores Brutos, ou o tiro mal disparado (mas muito bem apontado) em Babel. Mas o que me deixou encucado mesmo foi o seguinte: por acaso existe algum filme em que não haja… ‘vidas que se cruzam’?