Mais salas de luxo em SP

Estadão

03 de março de 2010 | 15h32

5928653_400

O mercado de cinemas de luxo em São Paulo continua a se expandir. Depois do Cinemark Cidade Jardim e do Espaço Unibanco Bourbon apostarem em salas premium, com menos lugares e serviço especial, agora a rede Kinoplex quer sua fatia do nicho também. Em maio, o Shopping Vila Olímpia (foto) ganha um multiplex com sete salas stadium – duas delas vip, com 98 poltronas reclináveis, mais largas e confortáveis, e muitos outros mimos.

A novidade vai seguir a cartilha do Cidade Jardim: terá uma área exclusiva, com café  e bonbonnière próprios, e garçons que levarão os pedidos ao assento do cliente (antes do filme começar, claro). Luiz Gonzaga de Luca, diretor-superintendente do Grupo Severiano Ribeiro (que administra a rede Kinoplex), promete ainda “serviços alimentícios diferenciados”, mas adianta que os assentos não terão bandeja acoplada (como é o caso no Cidade Jardim).

Os preços de tanta comodidade ainda não foram definidos. Nas outras cinco salas (que terão em média 200 lugares, uma delas equipada com Dolby 3D Digital), Luca afirma que os valores seguirão o padrão da rede – entre R$ 17 e R$ 28, segundo a tabela do Kinoplex Itaim, ali perto. Aliás, o executivo diz que não teme competição entre os dois endereços. “Quem vai ao Itaim não está afim de ir para shopping. É um outro público. Na Vila Olímpia, a intenção é ter um cinema onde as pessoas possam ir depois de sair do trabalho, para fugir do horário de pico.”

As obras estão avançadas – mas devidamente protegidas dos curiosos. Nem a imprensa foi liberada para fotografar o local ainda. A programação, pelo menos, não é segredo: cheia de blockbusters. “Curadoria é coisa de cinema de arte”, justifica Gonzaga. (Dado Carvalho)

Tendências: