Entre carrinhos e caminhões

Estadão

24 de setembro de 2010 | 20h38

moscou_belgica_500.jpg

Em crise, Matty, 41, vaga pelo supermercado com ‘cara de supermercado’ e bate o carro em um caminhão na saída. O motorista, Johnny, de 29, vem para causar confusão (em uma semana, já a chama de ‘minha Mona Lisa’). Os personagens de Moscou, Bélgica, de Christophe van Rompaey, são simpáticos e bizarros. E a Moscou do nome é só o bairro da cidade belga onde vivem.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.