Cult movie mascarado

Estadão

18 de junho de 2010 | 00h01

kick_ass_500

Assim como Juno, esta é a pérola pop cinematográfica do momento. Kick-Ass – Quebrando Tudo é uma espécie de MacTarantino – usa o clichê em seu proveito, bate só abaixo da cintura e zomba da organização cartesiana do filme de ação. Produção de baixo orçamento americano, tinha tudo para não dar certo: atores desconhecidos (à exceção de Nicholas Cage), roteiro nerd, momento errado (há uma cascata de filmes de super-heróis no mercado). Mas por levar a cultura dos comics tão a sério quanto um novo sabor de Häagen-Dazs, o filme está detonando. É um dos mais baixados na internet, sucesso muito antes da estreia. Hit Girl (Chloë Moretz) é a menina fofa de 11 anos que o pai treina como arma letal. Ela vai incendiar a tela ao lado de Kick-Ass (Aaron Johnson),um palerma de uniforme que só quer ser notado pelas garotas. (Jotabê Medeiros)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.