Paulo Mendes da Rocha vai terminar o MuBe

Estadão

12 de maio de 2010 | 15h12

Vai ser assim o Anexo do MuBe

Vai ser assim o Anexo do MuBe

 

O Priktzer Paulo Mendes da Rocha vai terminar seu projeto do Museu Brasileiro de Escultura, desenhado em 1986. Está prevista para começar em 2012 a construção do Pavilhão Anexo, na forma de um cubo de 20 m de aresta, feito de concreto armado, ligado à nave-mãe por um túnel subterrâneo.
Com a construção, o MuBE terá suprida a urgência de espaço para sua biblioteca, escola de arte e, principalmente, reserva técnica.  A obra está orçada em R$ 5 milhões. “Que serão captados por leis de incentivo, com apoio da Funarte, a partir da finalização do detalhamento do projeto por Pedro, filho de Mendes da Rocha, junto à família de um artista que está terminando de passar-lhe especificações sobre a coleção que doará ao Anexo”, conta a diretora do museu, Renata Junqueira. O Anexo terá a coleção e uma instituição com o nome do artista.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: