Tiririca parabeniza a Banda do Candinho

Estadão

21 de maio de 2012 | 16h51

A Banda do Candinho e o Circo das Mulatas esteve presente na visita do palhaço Tiririca (Deputado Federal pelo PR-SP) ao Centro de Memória do Circo  da Secretaria Municipal da Cultura, instalado na Galeria Olido, no Largo do Paiçandu, no Centro de São Paulo.
Na oportunidade, o parlamentar manifestou seu apoio ao espaço, que age em favor dos artistas circenses paulistas e brasileiros. Além de tecer elogios ao trabalho sob a direção de Verônica Tamaoki , Tiririca destacou a importância de estabelecer uma política que permita a utilização de praças para a instalação constante de circos na capital paulista. 
Dando suporte à estada do palhaço Tiririca no Centro de Memórias do Circo estiveram as  entidades defensoras dos circenses: Abracircos, presidida por Camilo Torres,  a Cooperativa Brasileira do Circo, sob presidência de Isabel Toledo, e a União Brasileira de Circo Itinerante, comandada por Marlene Querubin. O trapezista Dover, que fez parte dos Irmãos Tangarás, com atuações nos circos Garcia e Orlando Orfei, e o ator e diretor de teatro e TV Sampson também estiveram na Galeria Olido.
Tiririca ainda enalteceu, na ocasiçao, o desfile da Banda do Candinho e o Circo das Mulatas, que no último carnaval  homenageou o circo, em alusão ao Largo Paiçandu, onde há 31 anos consecutivos a entidade do Bexiga  se apresenta na abertura do Reinado de Momo paulistano.
O Largo do Paiçandu,  além de abrigar o Circo Piolin na década dos anos 30 do século passado, durante vários anos também  contou todas as segundas-feiras com a presença de artistas do circo que ali participavam do chamado Café dos Artistas, onde procuravam trabalho e mantinham em dia informações do setor e a amizade entre os integrantes da classe artística. Hoje, o Centro de Memória do Circo ajuda a preservar a arte circense em São Paulo e no Brasil.

Carnaval temporão
A Banda do Candinho e o Circo das Mulatas está definitivamente ligada às artes circenses de São Paulo com o convite feito pela Abracircos para se integrar a seu corpo associativo. O presidente Camilo Torres informou que pretende realizar com a Banda do Candinho, ainda este ano, um Carnaval Temporão (Carnaval fora de época) no centro de São Paulo, em data a ser em breve definida.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.