Morre Dona Edna, a 1ª dama da Acadêmicos do Tucuruvi

Estadão

05 de maio de 2012 | 01h01

Edna  Elselam, a Dona Edna, esposa do presidente do Grêmio Recreativo Cultural Social Escola de Samba Acadêmicos do Tucuruvi, Hussein Abdo Elselam (Sr. Jamil) faleceu no início desta manhã, sexta-feira, 4, aos 74 anos. Internada às pressas na noite da última quarta-feira, dia 2 de maio, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC). O casal tinha uma união de 54 anos marcada por uma relação de grande  respeito, amor e carinho, que renderam dois filhos e três netos. Querida por todos no carnaval, era uma das poucas unanimidades, devido a sua simplicidade, simpatia e carinho com todos. Nunca esquecia de dizer o quanto era apaixonada pelo marido, pela família e pela escola.  “Amo meu marido, minha família e a Tucuruvi”, afirmava.
 Dona Edna dedicou-se de corpo e alma à família e a escola sempre com grande entusiasmo e amor. Presente em todas as etapas do carnaval contribuía diariamente em todos os segmentos dos preparativos do desfile, atuava onde era necessário, desde o barracão, ateliê de fantasias e até mesmo no preparo do lanche dos componentes. Sempre ao lado do marido, ficava à frente dos desfiles em cerca de 30 anos na Acadêmicos do Tucuruvi, apenas em 2011, Dona Edna  teve destaque no desfile e veio sobre o abre-alas fantasiada de ‘Fé Nordestina’, atendendo ao pedido do carnavalesco Wagner Santos. “Prefiro vir no chão ajudando o desfile da escola ao lado do meu marido, mas o Wagner me pediu epara ajudar vim no carro alegório, pois a escola precisou e eu era necessária neste posto!”, afirmou. 
Dona Edna deixou o marido Sr Jamil (78 anos), dois filhos e três netos e mais de três mil componentes da escola .

Dona Edna sempre foi reverenciada pela Acadêmicos do Tucuruvi e pela comunidade do samba, a última homenagem foi a sua imagem estampada na capa do digipack do(s) CDs do Carnaval 2012, que retrata a sua participação no último desfile com a fantasia  ‘Fé Nordestina’.
.

Velório a partir das 14h30
Sepultamento hoje SEXTA-FEIRA  às 17h
Cemitério Parque dos Pinheiros
Rua Ushikichi Kamiya, 71 – Tremembé / São Paulo
Tel. 2241-0300

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.