A Vila Maria na Coreia do Sul

Estadão

06 de julho de 2012 | 15h22

Uma comitiva de carnaval da escola de samba Unidos de Vila Maria viajou para a Coreia do Sul, país enredo para o carnaval de 2013 da agremiação da zona norte. O grupo, liderado pelo carnavalesco Chico Spinosa e pelo diretor social Ricardo Okabe, após participar em São Paulo no meio da semana de uma entrevista exclusiva para a imprensa coreana, recebeu das mãos de representantes da associação brasileira dos coreanos as passagens e passaportes que possibilitaram embarcar em avião que decolou do Aeroporto Internacional de Cumbica.

Com a missão aprender e desvendar todos mistérios e belezas da cultura coreana, a comitiva também terá a incumbência de fomentar o turismo do carnaval paulistano no país oriental. “Será um verdadeiro intercâmbio sensorial. Com isso, levaremos para a avenida não só o que nossos olhos puderam ver, mas principalmente o que nossas almas puderam sentir”, ressaltou o carnavalesco Chico Spinosa.

A viagem durará cerca de 15 dias e diariamente o carnavalesco enviará textos e imagens do país, produzindo assim seu “diário de bordo made in Korea” disponível no Facebook oficial da agremiação (https://www.facebook.com/pages/Unidos-De-Vila-Maria/197353970326403).

Cinquentenário da imigração coreana
Com 5 mil anos, a Coreia do Sul é um país que mistura tradição e modernidade. É o país da siderurgia, do automobilismo, da tradição, da tecnologia, do sagrado, da internet e é uma das maiores economias do mundo.

Em 2013, a imigração coreana completa 50 anos no Brasil e a verde, azul e branco da zona norte paulistana mostrará como a gigantesca e forte colônia produziu e produz uma mistura cultural que cresce a cada dia em nosso país.
A gastronomia que apimenta nosso paladar, o esporte que brilha e nos fascina e a moda são temas que estarão presentes no desfile 2013 da Vila Maria no Sambódromo do Anhembi sobre a Coreia do Sul.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.