Um ‘Antes do Pôr-do-sol’ da vida real estrelado por Eddie Vedder
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um ‘Antes do Pôr-do-sol’ da vida real estrelado por Eddie Vedder

Vocalista do Pearl Jam reencontra mulher holandesa após 27 anos

Alexandre Ferraz Bazzan

14 de junho de 2019 | 18h28

Você já deve ter assistido a trilogia Antes do Amanhecer, Antes do Pôr-do-sol e Antes da Meia-noite, do diretor Richard Linklater(se não viu, faça a você mesmo esse favor). Os três filmes contam a história de um casal, interpretado por Ethan Hawke e Julie Delpy, que se conhece em um trem. Ele convence ela a descer com ele para passar um dia(e uma noite) em Viena. Nove anos depois eles se reencontram e ficam juntos. Nove anos depois eles brigam e têm uma família bagunçada, como qualquer um de nós.

No último fim de semana, Eddie Vedder, vocalista do Pearl Jam, fazia um show em Amsterdã e entre uma música e outra ele contou a história de uma mulher holandesa que deu carona para ele em 1992. “Eu ainda lembro do cabelo dela no meu rosto, será que ela não está aqui esta noite?”, perguntou o cantor. Ela não estava, mas o jornal Het Parool encontrou a mulher.

Foto: Beeld Eigen

Valeska Custers foi assistir à banda de um amigo, City Pig Unit, em 1992, em Utrecht e a atração principal era o Pearl Jam. Ela conheceu Vedder nos camarins e ele a convidou para beber alguma coisa em um café, mas ela disse que precisava ajudar o amigo a carregar os instrumentos.

Mais tarde, ela finalmente encontrou o americano no café rodeado de garotas. Ele puxou uma cadeira e eles conversaram até 3h da manhã, quando ela se ofereceu para chamar um táxi para ele. Sem dinheiro no bolso, Vedder perguntou se ela não poderia dar uma carona na moto do irmão.

Valeska levou Vedder na garupa e eles se despediram com um aperto de mão. “No dia seguinte ele iria para outro lugar e eu não queria ser uma das milhares de meninas na vida dele”, disse Valeska ao Het Parool. Ela anotou o endereço dela no diário dele e ele, sem querer, ficou com a mochila do irmão da holandesa, que tinha uma camiseta branca e uma flanela vermelha. Eles nunca mais se falaram.

Foto: Marcel Wagenaar

“Obrigado pela carona”

Na última quarta-feira, quando Valeska comemorava o aniversário de uma das três filhas em um boliche, uma das crianças que tinha ficado em casa ligou dizendo que outro jornalista estava tentando entrar em contato. Desde que a história veio à tona, muitos estão tentando entrevistar a mãe. Ela retornou a ligação para descobrir que o jornalista era na verdade um produtor de Vedder que oferecia ingressos para ela e o marido para o show do cantor em Bruxelas.

Eles deixaram as filhas com o irmão(que tinha emprestado a moto em 1992 e perdeu a mochila). Vedder ficou sabendo sobre a identidade de Valeska depois que o violoncelista do Red Limo String Quartet que acompanha o cantor na turnê europeia, Jonas Papt, leu a história no Het Parool e contou para ele.

Foto: Het Parool

Valeska e o marido conseguiram assistir ao show e foram para o backstage depois. Ela e Vedder lembraram da noite em que eles ficaram amigos, 27 anos atrás, e ele pediu desculpas por ter ficado com a mochila. “Meu irmão disse que você pode ficar com ela”, a holandesa respondeu. Ele agradeceu a carona – “eu lembro de não ter dinheiro comigo”. Na saída, o marido viu o sorriso no rosto da companheira e perguntou se ela estava bem. “Ele só queria agradecer. Eu sou uma garota feliz.”

Veja o show que Valeska assistiu antes de conhecer um tímido Eddie Vedder, em 1992.

Com informações do Consequence of Sound e Het Parool

Tendências: