Roteiristas do filme ‘Alta Fidelidade’ acusam nova série de ‘roubar’ diálogos e cenas inteiras
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Roteiristas do filme ‘Alta Fidelidade’ acusam nova série de ‘roubar’ diálogos e cenas inteiras

Alexandre Ferraz Bazzan

03 de abril de 2020 | 11h36

O serviço de streaming Hulu criou uma série baseada no livro do Nick Hornby, Alta Fidelidade, com Zoe Kravitz no papel principal. A ideia de colocar uma mulher negra interpretando Rob é muito legal, mas a execução deixa a desejar. Além de boa parte da série ser uma refilmagem da obra de Stephen Frears, de 2000, algumas situações são simplesmente bobas. Agora, os roteiristas D.V. DeVincentis e Steve Pink acusam os criadores da série de “roubar” parte do trabalho deles.

A série “tem cenas inteiras, conceitos e diálogos tirados diretamente do filme – não do livro – sem qualquer crédito ou atribuição”, diz DeVincentis.

Os roteiristas não pretendem processar os criadores da nova série por não serem donos dos direitos autorais do filme ou do livro, mas eles levantam um ponto importante. Realmente a série copia muita coisa apenas trocando os atores.

O site Consequence of Sound, que conversou com os roteiristas do filme, também faz uma bela história oral em homenagem aos 20 anos do Rob interpretado por John Cusack.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: