Os 10 melhores discos internacionais de 2014
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Os 10 melhores discos internacionais de 2014

Alexandre Ferraz Bazzan

30 Dezembro 2014 | 17h48

Leonard Cohen, Jack White e Dave Grohl

Leonard Cohen, Jack White e Dave Grohl

Pela terceira vez, Dave Grohl transformou um disco em documentário. O U2 forçou seu novo registro goela abaixo para 500 milhões de usuários do iTunes. Thom Yorke, do Radiohead, surpreendeu ao disponibilizar um arquivo torrent de seu trabalho solo, enquanto Jack White continua travando uma batalha, bem sucedida, contra as novas tecnologias ao resgatar o vinil.

A tentativa de arrumar novas plataformas, ou de regressar a fórmulas antigas, também é um esforço de manter viva a forma de arte mais consolidada na indústria da música no século XX, o álbum. As pessoas parecem não ter mais o costume de ouvir canções de um mesmo artistas agrupadas de forma sequenciada para produzir determinado sentido, mas isso não quer dizer que 2014 não tenha nos deixado grandes gravações.

Veja abaixo os 10 discos que mais agradaram este que vos escreve durante o ano:

10 – Morning Phase – Beck

9 – Are we there – Sharon Van Etten

8 – Tied to a Star – J Mascis

7 – Sonic Highways – Foo Fighters

6 – Popular Problems – Leonard Cohen

5 – Lazaretto – Jack White

4 – Manipulator – Ty Segall

3 – Never Hungover Again – Joyce Manor

2 – Content Nausea – Parquet Courts (como Parkay Quarts)

1 – Shattered – Reigning Sound

O Estadão ainda compilou aqui alguns dos artistas nacionais que mais se destacaram no ano e o Divirta-se  lembrou as melhores atrações, mas não só da música.

Quais foram os seus preferidos em 2014?