Ed Sheeran é o artista que mais faturou com shows em 2018; veja lista
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ed Sheeran é o artista que mais faturou com shows em 2018; veja lista

Cantor também bateu o recorde do U2 de turnê de maior arrecadação em um ano

Alexandre Ferraz Bazzan

07 Janeiro 2019 | 04h33

Ed Sheeran – Foto: Toby Melville/Reuters

Com US$ 432,4 milhões, Ed Sheeran foi o artista que mais faturou com shows em 2018, segundo a publicação Pollstar. Mas ele foi além, quebrou o recorde do U2, de US$ 316 milhões, da turnê em comemoração dos 30 anos do disco The Joshua Tree em 2017. O cantor também foi o primeiro a ultrapassar a barreira dos US$ 400 milhões em um ano e agora persegue o U2 em outro recorde, o de turnê de maior arrecadação. A banda irlandesa faturou US$ 735 milhões em pouco mais de dois anos, de 2009 a 2011, com a 360° Tour(aquela com palco em forma de garras que permitia a ocupação total dos estádios).

Reprodução/Pollstar

O curioso é que apesar de ocupar espaços maiores ano a ano e ter telões e estruturas visuais mais complexas recentemente, Sheeran se apresenta sozinho, sem banda ou vocalistas de acompanhamento. O único recurso que ele usa para expandir o seu som são os loops, os quais ele grava ao vivo enquanto o show rola.

Apesar dos vários recordes, o preço médio do ingresso de Sheeran não é dos mais caros. Os shows de Bruce Springsteen na Broadway, por US$ 508, e de Celine Dion, por US$ 212, ultrapassam de longe os US$ 88 cobrados pelo cantor britânico. Seu diferencial em 2018 foi a quantidade de shows(94 apresentações em 53 cidades) e o tamanho dos estádios. Ao fim do ano, ele foi visto por 4.860.482 pessoas.

Taylor Swift foi outra que teve números impressionantes. Mesmo em segundo lugar na lista, a cantora também ultrapassou o recorde anual do U2. Ela arrecadou US$ 345 milhões em 2018 e em qualquer outro ano na história teria ficado na primeira posição.

Festivais e Estádios.

O Lollapalooza Brasil pulou da sétima posição em 2017 para o segundo lugar em 2018 no ranking dos festivais de maior faturamento. Foram mais de US$ 23 milhões. O festival realizado em São Paulo aumentou um dia e dobrou o número de ingressos vendidos no ano passado.

Reprodução/Pollstar

O Allianz Parque, por sua vez, fez o caminho inverso. Caiu de segunda para oitava arena que mais vendeu ingressos para shows. Mesmo com apresentações de Roger Waters, Radiohead e Foo Fighters, o estádio do Palmeiras não conseguiu repetir o desempenho de 2017.

*As informações da Pollstar levam em conta apenas valores de ingressos vendidos, não estão inclusos os faturamentos com bebidas, comidas, patrocínio, vendas de camisetas e discos, estacionamento e outras fontes de renda. O levantamento também não contabiliza os custos das produtoras para a realização dos eventos.