As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Discos para ouvir na quarentena 14: ‘The Tree of Forgiveness’ – John Prine

A essa altura o velho já fumou um cigarro de 9 milhas de comprimento e montou uma banda de rock no céu

Alexandre Ferraz Bazzan

09 de abril de 2020 | 00h11

Chegamos ao número 14, a quantidade de dias prevista na quarentena para casos suspeitos de coronavírus. Mas, se você tem mais de 5 anos de idade e não preside a República Federativa do Brasil, você já deve saber que o isolamento é uma necessidade comum para não elevar muito as internações 1 – da covid-19 e 2 – de outras doenças graves e epidêmicas. Tudo isso para não gerar mortes desnecessárias por falta de atendimento. Esse infográfico do Washington Post, traduzido pelo Estadão, mostra bem isso.

Então eu vou continuar indicando discos até que essa crise toda termine. Me desculpe.

Ontem tivemos um golpe duro desse vírus  (coloque seu palavrão preferido aqui). John Prine sobreviveu a um câncer severo e reconstruiu a carreira com uma nova voz depois de ter que retirar parte do pescoço, mas, aos 73 anos, não resistiu a complicações do coronavírus.

Capa do disco The Tree of Forgiveness, o último lançado por Prine

O último disco dele, The Tree of Forgiveness, é também o fim de um hiato de 13 anos. É um álbum de música bonitas, tristes e de certa forma de despedida. Eu acho que ele ainda tinha um pouco de combustível no tanque, caso não tivesse morrido. Knockin’ on Your Screen Door e Summer’s End são duas obras primas tanto melodicamente, quanto as letras.

Desde ontem eu ainda estou mal pela morte do John Prine, mas toda vez que eu escuto When I Get To Heaven eu abro um sorriso. A essa altura o velho já fumou um cigarro de 9 milhas de comprimento e montou uma banda de rock no céu. Que Deus o tenha.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: