Shows, performances e teatro nos terreiros

Estadão

18 de novembro de 2010 | 18h23

Com entrada gratuita, a Bienal das Artes continua no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Os terreiros trazem performances de música, dança, pocket show, exibições de vídeos e filmes. Um dos destaques é a apresentação de Torquemada pelo Teatro do Oprimido, de Augusto Boal, no domingo 21, às 16h30.

Programação dos terreiros  até  21/11 (domingo)

Performances  e apresentações

19/11 – 6a – 20h – Bando Cavallaria e Fabio Delduque – A Origem Animal de Deus, Experiência 8 – performance inspirada no livro A Origem Animal de Deus, do artista Flavio de Carvalho. Local: O outro, o mesmo (térreo).
20/11 – sábado – 11h –  Programação do educativo para crianças e famílias: Batuntã – Pocket-show musical. O grupo trabalha com criações e releituras, da música popular à música contemporânea, integrando expressão corporal e cênica ao trabalho musical, a partir da linguagem da percussão. Local: O outro, o mesmo (térreo).
15h – Pontogor – Pedra – PEDRA é uma vídeo/performance onde o artista Pontogor manipulará áudio e vídeo em tempo real, hibridizando os meios e desenvolvendo uma relação de cumplicidade entre estes. Imagens que em alguns momentos beiram o caos e se tornam quase abstratas pela quantidade de ruídos e sons que variam entre noises, feedbacks e composições pré-gravadas que interferem diretamente nas imagens exibidas. Local: Terreiro A Pele do invisível (3o andar).
17h – Javier Abreu – O funcionário do mês – A performance do uruguaio Javier Abreu é um remix que se alimenta das imagens corporativas,  da classe política local, do mundo pop, da mídia, e do maravilhoso mundo da arte contemporânea. Local: O outro, o mesmo (térreo).

21/11 – domingo – 11h
–  Programação do educativo para crianças e famílias: Batuntã – Pocket-show musical. O grupo trabalha com criações e releituras, da música popular à música contemporânea, integrando expressão corporal e cênica ao trabalho musical, a partir da linguagem da percussão.
Local: O outro, o mesmo (térreo).

16h30 – Grupo de Teatro do Oprimido –  Torquemada – Releitura performática da obra do teatrólogo brasileiro Augusto Boal. Escrita em 1971, a obra intitulada Torquemada, aborda a tortura como tema recorrente na história da
humanidade dando ênfase à vivenciada pelo autor durante o regime militar brasileiro.

Local: O outro, o mesmo (1o andar).
conversas,
leituras e debates

20/11 – sábado – 11h – Programação do educativo para crianças e famílias: Zé Bocca – Brincadeiras e contação de histórias. Local: “Eu sou a Rua” (2o andar)
21/11 – domingo –  11h – Programação do educativo para crianças e famílias: Zé Bocca – Brincadeiras e contação de
histórias.

Filmes

19/11 – 6a – 09h15, 13h30 – Programa 10 Otolith Group I, Otolith Group, 2009, Reino Unido, 22min. Otolith Group II, Otolith Group, 2009, Reino Unido, 48min. Otolith Group III, Otolith Group, 2009, Reino Unido, 49min. Handsworth
songs, Black Audio Film Collective, 1986, Reino Unido, 61min. Signs of Empire, Black Audio Film Collective, 1984, Reino Unido, 15min. Image of Nationality, Black Audio Film Collective,1984, Reino Unido, 15min. 17h00 – Exibição UAKA + debate – Paula Gaitán e Laymert Garcia dos Santos – Exibição do de UAKÁ, de Paula Gaitán, seguido de
debate com Laymert Garcia dos Santos. Local: Terreiro A Pele do invisível (3o andar)

20/11 – sábado 10h às 13h – Programação do educativo para crianças e família: PROGRAMA IV – Confabulando… James Monde (James Mundo), Soandsau, 2005, França, 1’32.

Manhã na Roça – Carro de Bois, Humberto Mauro, 1956, Brasil, 8′
Les Oiseaux Blancs, Les OIseaux Noirs (Pássaros Brancos, Pássaros Negros), Florence Miailhe, 2002, França, 3’52
As Árvores de Manoel, Fábio Hacker, 2009, Brasil, 7′
Papillon (Borboleta), Zhi Yi Zhang, 2005, França, 2’59
Overdose, Claude Cloutier, 1994, Canadá, 5´25
Le Tournoi (O Campeonato), Francine Desbiens, 1995, Canadá, 6´31
A velha a Fiar, Humberto Mauro, 1964, Brasil, 7′
La Queue de la Souris (O Rabo do Camundongo), Benjamin Renner, 2007, França, 4’10
Potr´et La Fille des Eaux Potr e a Filha das Águas, Jean-François Laguionie, 1974, França, 12’01
L’Usine (A Fábrica), Frédéric Cussey / Jonathan Tamene / Yann Boyer / Éric Simon, 2005, França, 2’46
13h – Programa 1 Iluminai os Terreiros, Eduardo Climachauska, Gustavo Moura e Nuno Ramos, 2006, Brasil, 44min.
New Babylon de Constant, Victor Nieuwenhuijs e Maartje Seyferth, 2005, Holanda, 13min.
Brasília, contradições de uma cidade nova, Joaquim Pedro de Andrade, 1967, Brasil, 30min.
Ya es tiempo de Violencia, Enrique Juarez, 1969, Argentina, 45min.
100comédia 3, Cripta Djan, 2008, 44min.
Tombée de Nuit sur Shangaï, Chantal Akerman, 2007, Bélgica, 15min.
Local: Terreiro A Pele do invisível (3o andar)

21/11 – domingo 10h às 13h – Programação do educativo para crianças e família: PROGRAMA IV – Confabulando…
James Monde (James Mundo), Soandsau, 2005, França, 1’32.
Manhã na Roça – Carro de Bois, Humberto Mauro, 1956, Brasil, 8′
Les Oiseaux Blancs, Les OIseaux Noirs (Pássaros Brancos, Pássaros Negros), Florence Miailhe, 2002, França, 3’52
As Árvores de Manoel, Fábio Hacker, 2009, Brasil, 7′
Papillon (Borboleta), Zhi Yi Zhang, 2005, França, 2’59
Overdose, Claude Cloutier, 1994, Canadá, 5´25
Le Tournoi (O Campeonato), Francine Desbiens, 1995, Canadá, 6´31
A velha a Fiar, Humberto Mauro, 1964, Brasil, 7′
La Queue de la Souris (O Rabo do Camundongo), Benjamin Renner, 2007, França, 4’10
Potr´et La Fille des Eaux Potr e a Filha das Águas, Jean-François Laguionie, 1974, França, 12’01
L’Usine (A Fábrica), Frédéric Cussey / Jonathan Tamene / Yann Boyer / Éric Simon, 2005, França, 2’46
15h00 – Programa 2
Prison Images , Harun Farocki, 2000, Alemanha, 50min.
Baghdad in no Particular Order, Paul Chan, 2003, 51min.
Cabra Marcado para Morrer, Eduardo Coutinho, 1984, Brasil, 116min.
Local: Terreiro A Pele do invisível (3o andar)

Mais informações

Tudo o que sabemos sobre:

Torquemada; terreiros

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: