Curador dá palestra sobre vídeos da Bienal

Estadão

11 de novembro de 2010 | 19h15


Carolina Spillari,  Estadão.com.br

Estabelecer um diálogo sobre as propostas dos vídeos Tarantismo (Tarantism), de Joachim Koester; Tornado, de Francis Alÿs e As Seções de um Momento Feliz de Argel (The Algiers Sections of a Happy Moment), de David Claerbout. Essa é a proposta da palestra do curador Moacir dos Anjos nesta sexta-feira, dia 12 de novembro, às 14h, no Espaço Porão das Artes, no prédio da Bienal, Parque do Ibirapuera. Para participar clique aqui.

Após a conversa, os participantes poderão conhecer as obras audiovisuais mencionadas na palestra e outras obras em visita monitorada pela Bienal. Além disso, quem for ao evento poderá se inscrever e receber pelo correio uma compilação dos vídeos e dos bastidores da montagem das instalações na Bienal.

FICHA TÉCNICA DOS VÍDEOS:

Filme: Tarantismo (Tarantism)
Artista: Joachim Koester
País: Dinamarca
Tempo: 6’30”
Produzido: 16mm – Preto e branco
Ano de produção: 2007

Filme: Tornado
Artista: Francis Alÿs
País: México
Tempo: 55′
Produzido: Vídeo HD – Cor
Ano de produção: 2000/2010

Filme: As Seções de um Momento Feliz de Argel (The Algiers Sections of a Happy Moment)
Artista: David Claerbout
País: Bélgica
Tempo: 37’12”
Produzido: Vídeo HD – Preto e branco
Ano de produção: 2008


Outros vídeos da programação da Bienal



12 NOV

10h

No terreiro A pele do invisível

Filmes – Programa 3

Filmes: Intervista, Um olhar em segredo, Double Take

13h

A pele do invisível

Filmes – Programa 3

Filmes: Intervista, Um olhar em segredo, Double Take

16h

No terreiro O outro, o mesmo

Projeto Mutirão – Graziela Kunsch

O Projeto Mutirão é uma obra processual que acontece na forma de conversas/apresentações.

16h

No terreiro A pele do invisível

Filmes – Programa 3

Filmes: Intervista, Um olhar em segredo, Double Take

17h

No terreiro Longe daqui, aqui mesmo

Como se escreve uma imagem ?

“Como se escreve uma imagem” é uma oficina de criação de textos que pensa imagens como dispositivos para a escrita.

17h

Eu sou a rua

Awam Amkpa – Africa: See You See Me!

A conversa é parte da série de apresentações públicas do programa de residência artística da MAUMAUS Escola de Artes Visuais na 29a Bienal de São Paulo.

19h

No terreiro A pele do invisível

Filmes – Programa 3

Filmes:  Intervista, Um olhar em segredo, Double Take

20h

No terreiro O outro, o mesmo

Guy de Cointet – Two Drawings


13/11

14h30

No terreiro A pele do invisível

Filmes – Programa 4

Filmes: Pachamama, Pacific, Superoutro

16h30

A pele do invisível

Lenora de Barros e DJ Flu – Jogo de Damas

Lenora da Barros realizará uma série de leituras de título JOGO DE DAMAS, a partir de textos criados por ela na coluna semanal “… umas”.

17h30

O outro, o mesmo

Guy de Cointet – Two Drawings

A atriz Mary Ann Dugane encena a peça Two Drawings de Guy de Cointet (1934-1983)


14/11

15h

A pele do invisível

Filmes – Programa 5

Filmes: Surname Viet, Given Name Nam, Rouch in Reverse, Margem

16h30

Eu sou a rua

David Lapoujade

O filósofo e professor da Sorbonne David Lapoujade comenta a relação entre arte e política, a partir do projeto da Bienal e de suas pesquisas sobre a obra de Gilles Deleuze.

17h

O outro, o mesmo

Tiganá Santana – Linguagens Espraiadas: afropoética presente

Ao lado do Prof. Maurício Vasconcelos (USP), Tiganá Santana estabelecerá um contraponto entre suas canções de línguas africanas e relevantes poetas africanos


15/11

15h A pele do invisível

Filmes – Programa 6

Filmes: Thinking in Loop: Three videos on iconoclasm, ritual and immortality; Une visite au Louvre; Out of the Present.

17h

O outro, o mesmo

A Origem Animal de Deus, Experiência 7

O Bando Cavallaria, em parceria com o artista plástico Fabio Delduque, traz as performances ‘A Origem animal de Deus 7 e 8, como etapa conclusiva do projeto Experiência Flavio de Carvalho


16/11

10h

A pele do invisível

Filmes – Programa 7

Filmes: Ulysse; Sylvia Kristel – Paris; A Letter to Uncle Boonmee; 66 Scenes from America; Parque de la Memo A Letter to Uncle Boonmee; 66 Scenes from America; Parque de la Memoria – Monumento a las Víctimas del Terrorismo de Estado.

13h

A pele do invisível

Filmes – Programa 7

Filmes: Ulysse; Sylvia Kristel – Paris; A Letter to Uncle Boonmee; 66 Scenes from America; Parque de la Memo A Letter to Uncle Boonmee; 66 Scenes from America; Parque de la Memoria – Monumento a las Víctimas del Terrorismo de Estado.

16h

A pele do invisível

Filmes – Programa 7

Filmes: Ulysse; Sylvia Kristel – Paris; A Letter to Uncle Boonmee; 66 Scenes from America; Parque de la Memo A Letter to Uncle Boonmee; 66 Scenes from America; Parque de la Memoria – Monumento a las Víctimas del Terrorismo de Estado.

16h

O outro, o mesmo

Guerrilla Girls

Fundado por Kate Kollwitz e Frida Kahlo em 1985, o grupo trabalha na fronteira entre ação artística e o ativismo político engajado na causa feminista.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: