Livro final e inédito de Leonard Cohen será publicado em 2018
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Livro final e inédito de Leonard Cohen será publicado em 2018

'The Flame' é uma coleção de textos, poemas e letras de canções nos quais o artista trabalhou no período final de sua vida

Guilherme Sobota

06 Outubro 2017 | 15h26

Já faz quase um ano da morte de Leonard Cohen, mas foi anunciado nesta sexta-feira, 6, que seu último livro será lançado em 2018. The Flame é uma coleção de textos, poemas e letras de canções nos quais Cohen trabalhou no período final de sua vida.

+ 14 canções de Leonard Cohen, uma de cada disco

A editora britânica Canongate descreve o livro como “um capítulo final enormemente poderoso na carreira literária de Cohen”, e informa que o autor colocou os poemas em ordem nos meses antes da sua morte, em novembro de 2016. O livro será publicado em outubro de 2018, e a grande maioria do material é inédita, segundo o Guardian.

(FILES) This file photo taken on January 16, 2012 shows Canadian singer and poet Leonard Cohen takes off his hat to salute in Paris. Leonard Cohen, the storied musician and poet hailed as one of the most visionary artists of his generation, has died at age 82, his publicist announced on November 10, 2016. / AFP PHOTO / JOEL SAGET

Leonard Cohen em 2012. Foto: AFP PHOTO / JOEL SAGET

Leonard Cohen começou sua carreira na literatura antes de se tornar músico: foram 13 livros de poesia e 2 romances (A Brincadeira Favorita, o primeiro livro de prosa, foi publicado no Brasil pela extinta Cosac Naify). Em The Flame, além de poemas e das letras dos seus três últimos álbuns, há também trechos de seus cadernos e ilustrações.

+ Análise: se Leonard Cohen tivesse ficado com a escrita, seria igualmente genial

O empresário do espólio do cantor, Robert Kory, disse que o livro era uma ambição fundamental do artista no estágio final de sua vida. “Apesar da saúde em declínio, Leonard morreu inesperadamente. Aqueles de nós que tivemos o raro privilégio de passar tempo com ele durante esse período reconhecemos que a chama ardeu forte com ele até o final. Esse livro, concluído apenas dias antes da sua morte, revela toda a intensidade do seu fogo interior”, disse.

Leonard Cohen era um gigante em tudo o que fazia — é uma pena que sua obra literária tenha sido pouco editada no Brasil (alguém ajuda, gente!). Ele faz muita falta.

Mais conteúdo sobre:

Leonard Cohen