As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um Nobel para o conto e a correria da sala de imprensa

Maria Fernanda Rodrigues

10 de outubro de 2013 | 08h30

Um dos momentos mais tradicionais da cobertura da Feira do Livro de Frankfurt é o anúncio do vencedor do Prêmio Nobel de Literatura. Na sala de imprensa, um telão mostra a contagem regressiva e jornalistas se aglomeram, ansiosos sem saber se terão mais ou menos trabalho nas horas seguintes, na frente dele esperando o veredito. Mas hoje, na hora do vamos ver, a transmissão falhou. Foi aquela correria para ver, pela internet, o finalzinho do anúncio e ouvir, com alegria, o nome de Alice Munro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: