Um Livro Por Semana: Crônica e memória (‘Vida Desinteressante’, de Victor Heringer)
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um Livro Por Semana: Crônica e memória (‘Vida Desinteressante’, de Victor Heringer)

'Vida Desinteressante' traz textos publicados na Revista Pessoa; e na Babel: nova campanha do Leia Para Uma Criança, 'O Último Duelo' e lançamentos de Tobias Carvalho e Cristhiano Aguiar

Maria Fernanda Rodrigues

02 de outubro de 2021 | 03h00

Victor Heringer, amante dos sebos e de Machado, Bandeira e Violeta Parra. Escritor prodígio que ficou em segundo lugar do Jabuti com seu romance de estreia, Glória (2012), aos 25. Autor, antes, de poesia. Depois, de mais um romance: O Amor dos Homens Avulsos (2016). No meio disso, cronista da Revista Pessoa – foi ali que li, pela primeira vez, Os Sapatos do Meu Pai, e não esqueci.

Em crônica de 2014, Victor Heringer escreveu que os sebos, como as baratas, vão sobreviver ao colapso da civilização (Foto: Tiago Queiroz/Estadão)

Reencontro agora o texto em Vida Desinteressante (Companhia das Letras), que acaba de chegar às livrarias com todas as crônicas que ele publicou na Pessoa, organizadas por Carlos Henrique Schroeder de forma cronológica para entendermos, como ele coloca, o tempo que foram escritas. O tempo do autor e o deste país. A primeira é de fevereiro de 2014 e a última, de maio de 2017. Victor morreu menos de um ano depois, aos 29.

Encontramos, ali, fragmentos de memórias, como antecipa o subtítulo, suas observações, obsessões, leituras. O Rio e SP. E vislumbramos o que ele já chamava de colapso da civilização.

+ BABEL

Leitura

O Itaú Social lança na 2ª, 4, o edital do programa Leia Para uma Criança 2022. Ele vai selecionar dois títulos – um que valorize a cultura negra e outro, a indígena. Serão comprados, e distribuídos gratuitamente, 2 milhões de exemplares de cada um.

Na livraria e no cinema

Lançado pela Record em 2005, O Último Duelo, de Eric Jager, ganha nova edição este mês pela Intrínseca, na esteira do filme de Ridley Scott estrelado por Matt Damon e Ben Affleck. A história, real, se passa na França medieval.

Contos e sonhos

Vencedor do Prêmio Sesc com As Coisas, Tobias Carvalho lança em novembro, pela Todavia, Visão Noturna. Este seu segundo livro, também de contos, traz quatro textos sobre sonhos, que misturam vigília, sonho e memória.

Outras narrativas

Sai pela Alfaguara, em 2022, Gótico Nordestino, de Cristhiano Aguiar. São 9 narrativas que mergulham nos elementos góticos e folclóricos, buscando referências no cinema e HQ e flertando com a distopia, o horror e o fantástico.

Tudo o que sabemos sobre:

Victor HeringerLiteraturalivrocrônica

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.