Um Livro Por Semana #38: Lide com isso (‘Menino de Ouro’, de Claire Adam)
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um Livro Por Semana #38: Lide com isso (‘Menino de Ouro’, de Claire Adam)

'Menino de Ouro', de Claire Adam, é um lançamento da Todavia; e na Babel: Silvia Federici e mais George Orwell

Maria Fernanda Rodrigues

16 de janeiro de 2021 | 03h00

Imagine que você tem gêmeos. O primeiro nasceu tranquilamente. Para o segundo, nada foi fácil. Privação de oxigênio, cordão umbilical enrolado no pescoço. Fórceps. E uma possível sequela apresentada na hora e gravada antecipadamente na história familiar como uma certeza: “Retardo mental”. Você é o pai. O que fará dali em diante? Parece que não foi difícil para Clyde decidir. Ele é um dos personagens de Menino de Ouro, livro de estreia de Claire Adam que está chegando às livrarias pela Todavia e é situado em uma região pobre de Trinidad, ilha onde a autora nasceu.

História se passa em Trinidad, e mar aparece apenas em momentos-chave (Foto: Carlos Barria/Reuters)

Peter e Paul têm 13 anos quando essa história começa, e logo Paul, o que lutou tanto para chegar ao mundo, estará desaparecido. Antes de tudo, é preciso dizer que os meninos foram criados de forma diferente. Peter, precoce e com uma inteligência muito acima da média, é responsável pelos melhores sonhos e investimentos do pai, um operário que abandonou a escola. Paul é “esquisito” e “meio retardado”, como a família se refere a ele. O primeiro ouve que é capaz de estudar em qualquer universidade do mundo. O segundo, que se não se comportar será mandado para o hospício local.

Por insistência da mãe e com a ajuda do irmão, ele segue adiante e até ouve de um padre/professor que talvez as coisas não sejam como a família vê. Enfim. Aos poucos vamos conhecendo um Paul que é desconhecido para essa família de origem indiana, criada com base na ideia de que todos devem permanecer unidos – apesar, neste caso, da ganância, da inveja e da falta de afeto.

Mas Paul está desaparecido e lidando com as consequências. Clyde quer encontrar o filho, salvá-lo. Mas e se isso significar o fim do outro?

MENINO DE OURO
Autora: Claire Adam
Trad.: André Czarnobai
Editora: Todavia
(272 págs,; R$ 67; R$ 46,90)

 

+ BABEL

Silvia Federici e Orwell

A Boitempo lança em março O Patriarcado do Salário, da filósofa italiana Silvia Federici. A obra aborda a relação entre marxismo e feminismo do ponto de vista da reprodução social e mostra que trabalhos como o doméstico e o de cuidados, exercido por mulheres sem remuneração, têm papel central na consolidação e na sustentação do sistema capitalista.
*
A Melhoramentos também vai lançar A Fazendo das Animais, de George Orwell – dia 11 e com tradução de Sandra Pina.

Tudo o que sabemos sobre:

BabelSilvia FedericiGeorge Orwell

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.