As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Três cursos para o mercado editorial e um para tradutores

Maria Fernanda Rodrigues

26 de maio de 2014 | 14h27

Será realizada na Câmara Brasileira do Livro (Rua Cristiano Viana, 91 – São Paulo), no dia 5 de junho, das 9h30 às 11h30, a palestra BNDES – Programa de Financiamento Para o Setor Editorial, onde serão apresentadas as linhas de financiamento do banco e também as contrapartidas. A entrada é gratuita. Informações: 3069-1300.

Para o dia 25 de junho, está programado o workshop Incentivos Fiscais Para a Publicação de Livros, com o advogado Fábio de Sá Cesnik, também na sede da Câmara Brasileira de Livros. Será das 9h30 às 13h30 e o valor da inscrição é R$ 160 para associados da CBL e de outras associações do livro, R$ 250 para professores e estudantes e R$ 320 para não associados. As vagas são limitadas. Informações: 3069-1300. (Só para lembrar, um problema recente relacionado ao uso desses incentivos que envolveu mudanças na obra de dois clássicos da literatura brasileira: Quanto custou o projeto de ‘simplificar’ clássicos de Machado de Assis e José de Alencar e Patricia Engel Secco defende projeto de ‘facilitar’ obra de Machado de Assis).

Em Niterói, Bruno Zolotar, diretor de Marketing do Grupo Record, dá o curso Introdução ao Mercado do Livro e ao Marketing Editorial para Autores, Estudantes e Profissionais do Setor nos dias 31 de maio e 7 de junho, das 9h às 12h. Será no Instituto Cultural Germânico (Av. Sete de Setembro, 131 – Niteroi). Informações pelo telefone (21) 2714-0879 ou pelo site. A inscrição custa R$ 300,00 (estudantes pagam R$ 150).

A Casa Guilherme de Almeida está com inscrições abertas até o dia 30 de maio para o Programa Formativo Para Tradutores Literários, que vai de agosto de 2014 a abril de 2015. É necessário, claro, saber alguma língua estrangeira. O formulário está no site e na hora da inscrição o candidato deve mandar seu currículo. O curso é gratuito. Mais informações aqui.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: