Sucesso no Instagram, ‘Um Cartão’ vai virar livro; veja destaques da Feira de Frankfurt
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sucesso no Instagram, ‘Um Cartão’ vai virar livro; veja destaques da Feira de Frankfurt

Confira alguns dos livros negociados na Feira de Frankfurt, que chega à reta final, e outras novidades do mercado editorial

Maria Fernanda Rodrigues

16 Outubro 2015 | 21h22

INTERNET
Sucesso no Instagram, ‘Um Cartão’ vai virar livro

um cartão

O mercado editorial brasileiro está em Frankfurt procurando novidades e os próximos títulos a serem incluídos no catálogo. Mas, há alguns meses, o Brasil vive um fenômeno: o dos livros escritos por celebridades de internet – mais especificamente derivados de blogs, vlogs, etc. A ideia agrada porque dispensa adiantamentos em euro ou dólar e o autor já vem com uma legião de fãs. O investimento, nesses casos, é com turnês de lançamento para aumentar mais as vendas. A próxima a aderir é a Rocco. Em novembro, o selo Fábrica231 lança Um Cartão, de Pedro Henrique, garoto que ficou famoso no Instagram (mais de 600 mil seguidores e 2 milhões de curtidas). O livro terá um projeto gráfico diferente, em formato de cartões serrilhados que poderão ser lidos como uma coleção e compartilhados. E Pedro autografará o livro em 10 cidades.

DIREITOS
Passaporte carimbado
O livro de estreia de Martha Batalha só será publicado em março pela Companhia Editora Nacional, mas a alemã Suhrkamp comprou os direitos mesmo assim. O título original era Os Êxodos de Eurídice, mas agora ele vai se chamar A Vida Imperceptível de Guida Gusmão. A obra conta, com um toque de humor, a história de duas irmãs sufocadas pelo machismo.
*
Barreira, de Amilcar Bettega, está sendo vendido para a portuguesa Teodolito.
*
Arroz de Palma, de Francisco Azevedo, sairá na Polônia.
*
O Enigma de Qaf, de Alberto Mussa, está a caminho da Albânia e da Galícia.
*
A Callis vendeu para a China os direitos de A Ponte, de Eliandro Rocha, e O Nariz da Vovó, de Eva Santana.
*
Flicts será o terceiro livro de Ziraldo nas livrarias israelenses. Portugal e Coreia também levaram.

PRÊMIO
Cozinha do bem
Feira do Livro de Frankfurt e a Gourmand Cookbook Fair organizaram juntas a ala gastronômica. E a feira convidada resolveu premiar “os melhores dos melhores” dos últimos 20 anos. Gastronomia Solidária, da Melhoramentos, ganhou na categoria “Beneficente”.
*
Por falar em editora Melhoramentos, Breno Lerner, superintendente da empresa, disse a ele mesmo que não compraria mais direitos de livros estrangeiros dessa área por achar que eles deveriam ser desenvolvidos localmente, mas se apaixonou ao ver, na feira, uma série de livros de culinária em quadrinhos. Está fechando.

EVENTO 1
Pela cidade
Está confirmado para o período de 11 a 15/11 o Encontro Mundial de Invenção Literária, que vai reunir cerca de 100 autores e dar vale livro para professores gastarem em livrarias.

EVENTO 2
Proust e Drummond
Salões de Paris, de Marcel Proust, lançado recentemente pela Carambaia, vai ser tema de um debate na Aliança Francesa no dia 21. Participam Guilherme Ignácio da Silva, Renato Modernell e Graziella Beting.
*
E para o Dia D (31/10), em homenagem a Drummond, o Instituto Moreira Salles lança Drummond: Jogo e Confissão, coletânea de ensaios de Marlene de Castro Correia.

Leia também
Irã, com estande cheio de cartazes sobre liberdade de expressão, comenta boicote à Feira de Frankfurt
Best-sellers e independentes juntos na Feira do Livro de Frankfurt
Brasileiros querem vender direitos em Frankfurt
Feira do Livro de Frankfurt começa com discursos politizados
Feira de Frankfurt leva Salman Rushdie, sofre boicote do Irã e dá passe livre a refugiados

Mais conteúdo sobre:

Feira do Livro de Frankfurt