Site colaborativo vai ensinar o passo a passo para abrir uma editora
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Site colaborativo vai ensinar o passo a passo para abrir uma editora

E mais na coluna de sábado: dois programas de tevê sobre literatura prestes a estrear, a reedição, ampliada, de O Massacre - Eldorado de Carajás: Uma História de Impunidades, etc

Maria Fernanda Rodrigues

01 Maio 2015 | 20h45

MERCADO
Site colaborativo vai ensinar o passo a passo para abrir uma editora

(Foto: Nilton Fukuda/Estadão)

(Foto: Nilton Fukuda/Estadão)

Ainda não é para já, mas vale a pena esperar. Eduardo Lacerda, proprietário da Patuá, uma das editoras independentes de maior destaque no País, está criando um site colaborativo, em formato wiki, para ajudar pessoas que queiram abrir uma editora. Entre as dicas, os melhores programas para diagramar os livros, as gráficas mais em conta, como iniciar um contato com a Biblioteca Nacional, o tipo de empresa a ser aberta – e como abri-la, etc. Aspirantes a escritor também serão beneficiados. Por exemplo, haverá uma lista de editoras com informações sobre os gêneros editados. A ideia é lançar a Public.Inc – Incubadora de Publicações e Editoras Independente no final de maio. Algumas páginas serão fechadas, mas a maioria será editável (por qualquer pessoa que tenha informações práticas e atualizadas). Lacerda vai procurar patrocínio pelo menos para a manutenção do site, mas diz não há interesse comercial na iniciativa.

TEVÊ – 1
O melhor livro
Livro de Cabeceira, série de tevê em que 20 escritores falam sobre a obra mais marcante que leram e cuja estreia será na 5.ª, às 21h40, no Canal Curta (e no YouTube), já tem uma 2.ª temporada garantida. As gravações começaram com Ignácio de Loyola Brandão e Fabrício Corsaletti e ela deve ir ao ar em setembro. Nesta primeira temporada, falam Milton Hatoum e Valter Hugo Mãe, entre outros.

TEVÊ – 2
Literatura, etc.
Pedro Herz, dono da Livraria Cultura, terá programa de entrevistas no Arte 1, com estreia dia 16, às 22 h. No foco, escritores, editores e ilustradores.  Entre os já entrevistados, Ignácio de Loyola Brandão, Contardo Calligaris, Lourenço Mutarelli, Guto Lacaz e Luiz Schwarcz.

EVENTO
Personagem memorável
O Itaú Cultural está retomando a série Escritor-Leitor. Em todas as quartas deste mês, às 20 horas, duas escritoras falam sobre seus personagens preferidos, leem trechos de obras, falam sobre literatura enquanto leitoras e autoras. Isso vira um programa de rádio depois. No primeiro encontro, Carola Saavedra e Ana Maria Gonçalves. Entre as convidadas estão, ainda, Paloma Vidal, Eliane Brum, Adriana Lunardi, Conceição Evaristo, Maria José Silveira e Índigo.

ROMANCE
Encontro de gerações
Autor de Os Estrangeiros do Trem N (Jabuti de reportagem), Sergio Villas-Boas lança A Superfície Sobre Nós – sobre amizade e pertencimento – pela Amarilys, este mês.

NÃO FICÇÃO – 1
Em defesa da língua

Terra indígena 7 de Setembro, Linha 14, Rondônia, 11/1/14 (Foto: Ellen Slegers/Divulgação)

Terra indígena 7 de Setembro, Linha 14, Rondônia, 11/1/14 (Foto: Ellen Slegers/Divulgação)

Está chegando às livrarias O Papagaio de Humboldt, obra feita a partir da exposição homônima, em cartaz até março no Oi Futuro, acerca de pesquisas de artistas latinos sobre idiomas de povos indígenas da América Latina – extintas ou quase. Segundo o curador Alfons Hug, ainda hoje são faladas mais de 600 línguas ameríndias – 10% dos idiomas falados no mundo. Quem lança é o próprio Oi Futuro, pela coleção Arte & Tecnologia.

NÃO FICÇÃO – 2
Carajás, 20 anos depois
Lançado pela Planeta em 2007, O Massacre – Eldorado de Carajás: Uma História de Impunidades, de Eric Nepomuceno, passa para o catálogo da Record, que pretende relançá-lo em abril de 2016, nos 20 anos do assassinato, pela Polícia Militar, de 19 trabalhadores sem-terra. O autor voltará ao Pará para atualizar a obra.
*
Além disso, ele traduz O Jogo da Amarelinha, de Cortázar, para a editora, e ela promete o lançamento para o início do ano.

JUVENIL
Franquia de sucesso
O 10.º Diário de um Banana, de Jeff Kinney, sairá em 90 países – e aqui também – em novembro.