Romance reescreve com liberdades vida de irmã de Freud
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Romance reescreve com liberdades vida de irmã de Freud

Maria Fernanda Rodrigues

29 de janeiro de 2014 | 18h57

Saiu hoje no Cadeno 2 uma entrevista que fiz com o escritor macedônio Goce Smilevski, que ficou famoso ao tirar do anonimato a irmã mais querida de Sigmund Freud, Adolfine. Havia pouquíssima informação sobre ela, então o autor inventou uma vida para ela, como em qualquer livro de ficção. Mas há outros personagens reais, e bem conhecidos, que foram incluídos, também com liberdades ficcionais, na trama – e o retrato de Freud não ficou bonito. Dá para ler a matéria e alguns trechos do livro aqui

Adolfine, a primeira à direita, com as irmãs Pauline, Marie e Anna, em 1932 (Biblioteca do Congresso)

Freud com as irmãs e a mãe no túmulo do pai, em 1897 (Biblioteca do Congresso)

Tudo o que sabemos sobre:

freud

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.